JOGO LIMPO com Rodrigo Czepak

Rodrigo Jogo Limpo

Nuvens negras

Barreira de vidro da Câmara Municipal de Goiânia
Câmara Municipal de Goiânia

A articulação política do Paço Municipal conseguiu a sua primeira vitória (20 a 13) no plenário em 2015 ao manter o veto do prefeito Paulo Garcia ao pagamento da data-base para o funcionalismo de forma retroativa. Mas é aquele tipo de triunfo onde há poucos motivos para comemorar. A previsão do tempo para os vereadores da base governista é de muita “chuva e trovoada” nas redes sociais – a famosa lista já está circulando – e real possibilidade de greve dos servidores.

Palmas!!!

A situação do transporte coletivo em Palmas (TO) está bem longe do caos instalado na Região Metropolitana de Goiânia há muitos anos. Até pela expressiva diferença no tamanho das áreas atendidas. Mas não deixa de chamar atenção a imagem do prefeito Carlos Amastha (PP) circulando nos ônibus da capital tocantinense. Estratégia de marketing à parte, o colombiano pelo menos não foge do problema ao ouvir a população, mesmo fora do horário de rush.

Sina petista

onibus
Ônibus da Rede Metropolitana de Transporte Coletivo (RMTC) de Goiânia

Já o prefeito Paulo Garcia (PT) teria hoje sua integridade física ameaçada caso tentasse seguir os passos do colega de Palmas. Problema pelo qual também já passou o ex-prefeito Pedro Wilson (PT). Iris Rezende (PMDB) somente não entrou na lista negra porque conseguiu promover a renovação da frota de ônibus. Marconi Perillo, por outro lado, tem a sua zona de conforto no Eixo Anhanguera: tarifa menor, com subsídio, e ônibus articulados.

Foco de sempre   

Só quem não conhece os bastidores da política em Brasília para acreditar no jogo de cena do presidente do Senado Renan Calheiros ao não comparecer no jantar da cúpula do PMDB com a presidente Dilma Rousseff (PT). Apenas mais um capítulo na estratégia de revezamento com Eduardo Cunha, presidente da Câmara dos Deputados, no morde-assopra por cargos no segundo e terceiros escalões do governo. A fragilidade política de Dilma assanha o apetite peemedebista.

Tudo ou…

Os exemplos estão aí no noticiário. Estudante de Bauru (SP) morre após ingerir 25 doses de vodka. Modelo capixaba cai do 21º andar na Barra da Tijuca (RJ) após desavenças com o namorado por uso de drogas. Entre os dois casos a semelhança pelo desejo em curtir uma aventura como se fosse a última.

… nada

“Melhor morrer de vodka do que de tédio”, escreveu o estudante em seu perfil no facebook. Já a modelo acabara de se envolver com jovem e passou a morar com ele. Tudo muito rápido e intenso, como reza a cartilha das atitudes e relacionamentos modernos. Fica difícil encontrar equilíbrio quando a busca é meramente por adrenalina.

Ontem e hoje

Xuxa estreou na Globo em 30 de junho de 1986, após pouco mais de dois anos de Manchete (Foto: Reprodução)
Xuxa estreou na Globo em 30 de junho de 1986, após pouco mais de dois anos de Manchete (Foto: Reprodução)

O apresentador da Record Gugu Liberato é a prova viva do dinamismo no show business. Um dia vale muito, outro dia vale nada. Já foi líder de audiência aos domingos, caiu no ostracismo por ações nada recomendáveis e agora ressurge provocando estragos na concorrência. O loiro Gugu e agora a loira Xuxa Meneghel já foram apelidados nos corredores da Rede Globo de “dupla do barulho” na disputa pela audiência.

Você decide

E por falar em altos e baixos, mais uma questão de múltipla escolha. Qual item anda mais desvalorizado nos dias atuais?

(  ) As ações da Petrobras;

(  ) O bumbum da modelo Andressa Urach;

(  ) As passagens dos cônjuges na Câmara dos Deputados;

(  ) As conquistas do lutador Anderson Silva no UFC;

(  ) O passe do atacante Erik do Goiás, revelação nacional em 2014;

(  ) Todas as alternativas anteriores.

Comentários do Facebook