JOGO LIMPO com Rodrigo Czepak

Rodrigo Jogo Limpo

Páreo duro

Detran-GO é um dos órgãos mais reprovados pelo cidadão goiano
Detran-GO é um dos órgãos mais reprovados pelo cidadão goiano

Sugestão do internauta Fábio Santos de Oliveira, morador de Goiânia, para o quadro “Manda Outra” da coluna: qual órgão público é mais problemático e inoperante?

(  ) Detran (todas as áreas);

(  ) Assembleia Legislativa (Recursos Humanos);

(  ) Delegacia de Homicídios (Tecnologia da Informação);

(  ) SMT –  Secretaria Municipal de Trânsito (Planejamento);

(  ) AMMA – Agência Municipal do Meio Ambiente (Fiscalização)

(  ) Todas as alternativas anteriores.

Boi de piranha

Inimigo número um do ex-presidente Lula e da cúpula do PMDB, o ministro Aloizio Mercadante (Casa Civil) está com a cabeça a prêmio em Brasília. É apontado como o principal responsável por todas as trapalhadas políticas do governo. Dois apelidos lhe são atribuídos: “Mercapedante” e “Merdaerrante”. Mesmo com toda a sua empáfia, o ministro paga caro pelo amadorismo e falta de articulação do núcleo político governista.

Professor em vaias         

Antes de lançar ou inaugurar qualquer obra em Goiás, caso realmente apareça por essas bandas, a presidente Dilma Rousseff (PT) deveria buscar conselhos com o governador Marconi Perillo (PSDB) sobre como superar vaias e manifestações. Não se trata de uma consultoria qualquer. O tucano reverteu em dois anos um altíssimo quadro de rejeição com o caso Cachoeira e caminhou a passos largos rumo à segunda reeleição, para desespero do ex-presidente Lula. O duro é alguém convencer Dilma da necessidade do pé de ouvido.

Serviços como orientação farmacêutica, mensuração de pressão, orientação fisioterapêutica, teste de glicemia, entre outros, estarão disponíveis a toda comunidade local
Sistema Único de Saúde raramente é utilizado pelos governantes

Pra quê arriscar?

É regra entre os políticos em geral. Defendem melhorias e o aperfeiçoamento do Sistema Único de Saúde (SUS) para o cidadão brasileiro, mas tudo muda quando o problema é pessoal ou familiar. Um simples espirro e dois caminhos se abrem: Sírio-Libanês ou Albert Einstein em São Paulo, hospitais mais qualificados do país. Uma das poucas exceções foi o nascimento da filha do ex-ministro da Saúde Alexandre Padilha em uma Unidade Básica de Saúde (UBS) da capital paulista.

Impaciência

Inconcebível imaginar os moradores de dois municípios do porte de Rio Verde e Quirinópolis, ambos na região sudoeste do estado, pedindo socorro publicamente ao governador Marconi Perillo (PSDB) pela falta de segurança pública. Nos manifestos e entrevistas eles até compreendem o crescimento do tráfico de drogas, motivado pelo aumento no poder aquisitivo na região, contudo não aceitam o baixo efetivo policial e ausência de ação preventiva nas cidades.

Queda de braço

A revolta cresceu muito em Rio Verde em função das recentes declarações envolvendo agentes municipais e estaduais. “É um jogo de empurra, cada qual tentando minimizar o seu papel diante da gravidade do problema”, afirma o comerciante Sales Alvarenga de Jesus. No momento em que eram mais necessárias a força e a união da prefeitura e do governo, continua ele, “assistimos ao abandono do cidadão à própria sorte”.

No entendimento do magistrado, a prisão de Nestor Cerveró é justificável, porque há indicativos de que o ex-diretor tem dinheiro em contas offshore (paraísos fiscais) no exterior
Ex-diretor da Petrobras, Nestor Cerveró

Na bucha

Na noite de terça-feira, um empresário bastante conhecido na capital e frequentador assíduo da região dos bares do setor Marista decidiu brincar com o flanelinha que cuidava do seu carro:

– Você já ouviu falar em Barusco, Cerveró e Youssef?

– Patrão, eu prefiro lambrusco, cerveja e pau de selfie!

Comentários do Facebook