Jovem de 20 anos suspeito de matar 4 pessoas é apresentado pela Polícia Civil

Eromar teria matado 4 pessoas desde agosto de 2015 (Foto: Wildes Barbosa)
Eromar teria matado 4 pessoas desde agosto de 2015 (Foto: Wildes Barbosa)

A Polícia Civil apresentou na manhã desta terça-feira (10) um jovem apontado como um dos maiores homicidas de Goiânia. Eromar Rosa da Silva, de 20 anos, é suspeito de matar 4 pessoas desde agosto do ano passado, além de uma tentativa de homicídio, todos crimes cometidos na Região Noroeste da Capital.

Ele foi preso por policiais militares na noite do último domingo (8) em ação que fez parte da segunda etapa da Operação Tempestade.

De acordo com o delegado adjunto da Delegacia de Investigação de Homicídios (DIH), Carlos Caetano, os crimes de Eromar são relacionados com disputas por território de tráfico de drogas. O suspeito nega envolvimento com os crimes.

LEIA MAIS: Vídeo mostra assaltante pegando fogo ao tentar assaltar frentista

Ousadia

“A ousadia dele era tão grande, que ele cometia os crimes à luz do dia, de cara limpa. Foi a partir disto que várias testemunhas o identificaram como autor e nós apuramos. Ele diz que não matou ninguém, que as pessoas foram assassinadas por um comparsa dele. Esta versão foi descartada visto que quem ele acusa já está preso”, contou o delegado.

 No currículo, o homem já tem cinco passagens pela polícia: ameaça, roubo, tentativa de homicídio e porte ilegal de arma. As investigação apontam que ele cometia os crimes nos bairros Floresta e Boa Vista, todos na região Noroeste de Goiânia.

Eromar era considerado o segundo homem na hierarquia da quadrilha de tráfico de drogas a que ele pertencia.

Comentários do Facebook