Jovens criam software direcionado a empresas que precisam gerenciar o trabalho de técnicos

Com ideia em mente, jovens buscam ajuda no Sebrae Goiás para acertar e consolidar negócio de softwares no mercado goianiense

DataPage criou software direcionado a empresas que precisam gerenciar telefonia, televisão e internet
DataPage criou software direcionado a empresas que precisam gerenciar telefonia, televisão e internet

Depois de tentar uma vez abrir a empresa, enfrentar problemas e ver o projeto ter fim, Túlio Nogueira Galli, de 27 anos, finalmente encontrou o caminho para abrir e manter um negócio com sucesso. Formado em Ciência da Computação, ele criou, ao lado do colega de faculdade, Marcelo de Souza Bessa, 25, a Data Page, de desenvolvimento de softwares.

Software direcionado

O empreendimento seria apenas mais um de tantos que existem em Goiânia, não fosse os dois jovens terem conseguido, segundo eles próprios, viabilizar a melhor ideia de suas carreiras. Ambos criaram um software direcionado a empresas que precisam gerenciar o trabalho de técnicos, principalmente nas áreas de telefonia, televisão e internet.

Quatro grandes clientes 

O software Conecta gerencia as ordens de serviços dos técnicos contratados por essas empresas e contabiliza dados como o número de visitas a clientes, as instalações e manutenções realizadas. Com pouco mais de um ano de funcionamento, a Data Page conta com quatro grandes clientes em Anápolis, Goiânia e Brasília e comemora os resultados.

“Uma das empresas que atendemos conseguiu economizar R$ 7 mil em um mês de utilização de nosso software”, conta Túlio. Antes de se lançarem nesse novo empreendimento, os jovens tiveram de aprender bastante e Túlio viu no Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae Goiás) a chance de conseguir a formação necessária para seguir como empresário.

Empresa para desenvolvimento de softwares e tecnologias para websites

Experiência no ramo de informática não faltava. Desde os 16 anos, Túlio já trabalhava na área, como estagiário em um jornal da capital. Entre 2008 e 2012, começou a se interessar por ter negócio próprio e abriu a primeira empresa para desenvolvimento de softwares e tecnologias para websites. Porém, o projeto foi abandonado após alguns desajustes e dificuldades na administração. “Eu não me importava muito com o financeiro e uma hora tinha dinheiro, outra não tinha e hoje percebi o quanto isso foi prejudicial”, lembra Túlio.

Depois da experiência, Túlio procurou o Sebrae Goiás e, por meio do Empretec, metodologia desenvolvida pela Organização das Nações Unidas ara capacitar o empreendedor, que o jovem descobriu seus potenciais como futuro empresário. “Era muito jovem e não prestava atenção no que era fundamental para manter o negócio saudável.”

Ao fim do período de aprendizado no Empretec, Túlio fechou a antiga sociedade e começou a trabalhar apenas com consultoria. E há pouco mais de um ano que iniciou o projeto Data Page. “O Marcelo já chegou com a ideia quase pronta, eu apenas acertei algumas coisas com o que tinha aprendido recentemente no Empretec”, conta.

O objetivo da dupla, agora, é trabalhar pela expansão da empresa. O Conecta ficou pronto há pouco mais de três meses. “Iniciaremos, de verdade, a fase de divulgação e comercialização do software”, finaliza.

Laços com clientes

A força que mantém o trabalho do Data Page é o relacionamento com os clientes. O principal produto é um software que oferece vantagens e economia para outras empresas. Com o tempo, a confiança dos clientes e os resultados alcançados impulsionam o trabalho de Túlio e Marcelo. “É difícil para uma empresa que trabalha com técnicos terceirizados manter controle das inúmeras ordens de serviço diárias. Por isso, nosso software foi algo revolucionário”, diz Túlio.

O programa cuida da conferência dos serviços solicitados e do que foi efetivamente realizado. “Isso evita repetição ou atrasos nos serviços. A empresa que faz uso dos nossos softwares economiza combustível, horas de trabalho de seus funcionários e gastos com material”, garante.

Para conseguir atender às demandas, a Data Page já precisou contratar o primeiro funcionário – um programador de sistemas. “Investimos todo o faturamento no desenvolvimento de novos softwares. Toda empresa tende a automatizar certas atividades internas, seja por questões de segurança ou logística de funcionamento. É uma área que cresce cada vez mais, o que torna importante termos um produto forte.”

A Data Page tem a meta de aumentar a agenda de clientes a cada mês. Segundo os jovens empresários, o desenvolvimento de novos produtos é fundamental para alcançar esses números.

Comentários do Facebook