Juízes receberão auxílio-moradia retroativo. Servidores da Justiça protestam

(Foto: Sindjustica/divulgação)
(Foto: Sindjustica/divulgação)

O Sindicato dos Servidores Serventuários da Justiça de Goiás (Sindjustiça) protestaram na última quarta-feira, 16, contra o pagamento retroativo de auxílio-moradia a juízes. Em todo o Estado, houve paralisações em repúdio ao Tribunal de Justiça de Goiás (TJ-GO).

O TJ-GO irá pagar retroagindo 60 meses o auxílio aos juízes. O valor mensal do auxílio é de R$ 4.377. O mesmo fundo que seria utilizado para suprir os benefícios de servidores do Judiciário de Goiás, será usado para pagar o auxílio dos magistrados.

Fábio Queiroz, presidente do Sindjustiça, lembrou que quando os servidores pediram aumento do auxílio-alimentação, este foi negado. Em seguida os juízes tiveram o auxílio moradia aprovado.

publicidade