Padre Robson | Foto: Reprodução
Padre Robson | Foto: Reprodução

O Tribunal de Justiça de Goiás (TJ-GO) arquivou na tarde desta 3ª feira (6) a investigação do Ministério Público (MP-GO) contra o Padre Robson de Oliveira.

O pároco era alvo da Operação Vendilhões, que investiga supostos desvios de recursos de doações de fiéis católicos em Trindade.

A decisão foi do desembargador Nicomedes Domingos Borges, seguida por unanimidade na 1ª Câmara Criminal.

Tribunal entendeu que não há indícios suficientes de ilícitos para prosseguimento da ação penal.

MP e defesa

Sobre o arquivamento, o MP-GO disse que vai esperar ser notificado para decidir os próximos passos.

Já o advogado do padre Robson, Pedro Paulo de Medeiros, disse em nota que a decisão reconhece que não houve qualquer ato ilícito praticado pelo pároco.

Ainda conforme ele, o religioso sempre se dispôs a esclarecer toda e qualquer dúvida sobre a sua atuação na Associação Filhos do Pai Eterno (Afipe) ou em qualquer outro âmbito de evangelização.

LEIA MAIS 👉 Região Sudoeste tem a maior contaminação da covid-19 na capital


Acompanhe tudo que acontece em Goiânia seguindo a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook