Luxo é ter Água em abundância!

Andréia Magalhães é docente na Estácio de Sá/GO, IPOG e Diretora na CGJGO
Andréia Magalhães é docente na Estácio de Sá/GO, IPOG e Diretora na CGJGO

É tempo de avaliar o uso da água pelos cidadãos brasileiros. As notícias dão conta que esse ano está faltando água.

Ironizando, São Pedro seria o culpado?

A responsabilidade da escassez da água é de todos, uma vez que somos protagonistas do uso desse bem.

O homem desmata sem medidas para ganhar dinheiro e cultiva monoculturas e pecuária em busca de sustentar luxos.

Mas, requinte mesmo é ter água em abundância!

O planeta mostra-se descontente com as ações do ser humano e converge esse aborrecimento à medida que expressa sua revolta em tempestades climáticas, catástrofes sem medidas, transtornos sem precedentes à vida humana.

Honestamente, penso que cada cidadão deveria fazer sua parte com relação aos cuidados com a água que vai além de economizar, sistematiza-se em evitar desperdício, respeitar os recursos naturais e racionalizar o pouco desse recurso valioso que ainda temos.

Andréia Magalhães é docente na Estácio de Sá/GO, IPOG e Diretora na CGJGO

Comentários do Facebook