Manifestação pela reabertura das atividades comerciais na manhã de 3ª feira (16) em frente à Prefeitura de Aparecida | Foto: Folha Z
Manifestação pela reabertura das atividades comerciais na manhã de 3ª feira (16) em frente à Prefeitura de Aparecida | Foto: Folha Z

Empresários e feirantes fizeram uma manifestação pela reabertura das atividades comerciais na manhã desta 3ª feira (16) em frente à Prefeitura de Aparecida de Goiânia.

Eles promoveram uma carreata pela cidade antes de estacionarem em frente à sede do Executivo.

AGORA: MANIFESTAÇÃO PEDE REABERTURA DE BARES, RESTAURANTES E ACADEMIAS EM APARECIDA Empresários e feirantes fizeram uma manifestação pela reabertura das atividades comerciais na manhã desta 3ª feira (16) em frente à Prefeitura de Aparecida de Goiânia. Eles promoveram uma carreata pela cidade antes de estacionarem em frente à sede do Executivo. Com carros de som, eles entoaram palavras de ordem em favor da reabertura de bares, restaurantes e academias e contra o escalonamento setorial e o rodízio nas feiras na cidade. As feiras, livres e especiais, voltaram a funcionar. Porém, os feirantes só podem atuar de 2 em 2 semanas, de acordo com o rodízio estabelecido pela prefeitura. No início da semana, o prefeito Gustavo Mendanha chegou a sinalizar a possibilidade de uma reabertura das academias de ginástica com 30% de capacidade, mas a medida ainda não foi aprovada pelo comitê gestor do coronavírus. Já a respeito de bares e restaurantes, a liberação segue apenas para o funcionamento por meio de delivery. Para dialogar com os manifestantes, a prefeitura enviou um assessor do gabinete do prefeito, Luziano da Costa. Ele recebeu representantes das categorias e ouviu suas demandas, prometendo levá-las ao prefeito e às autoridades responsáveis pela flexibilização das atividades econômicas no município. Por meio de nota, o Comitê de Prevenção e Enfrentamento ao novo Coronavírus afirmou que todas as decisões de abertura ou fechamento são tomadas a partir de estudos técnicos realizados da Saúde, visando a “preservação da vida”.

Welcome back to Instagram. Sign in to check out what your friends, family & interests have been capturing & sharing around the world.

Com carros de som, eles entoaram palavras de ordem em favor da reabertura de bares, restaurantes e academias e contra o escalonamento setorial e o rodízio nas feiras na cidade.

As feiras, livres e especiais, já voltaram a funcionar, mas os feirantes só podem atuar de 2 em 2 semanas, de acordo com o rodízio estabelecido pela prefeitura.

No início da semana, o prefeito Gustavo Mendanha chegou a sinalizar a possibilidade de uma reabertura das academias de ginástica com 30% de capacidade, mas a medida ainda não foi aprovada pelo comitê gestor do coronavírus.

Já a respeito de bares e restaurantes, a liberação segue apenas para o funcionamento por meio de delivery.

Feirantes são contrários ao rodízio estabelecido em Aparecida | Foto: Folha Z
Feirantes são contrários ao rodízio estabelecido em Aparecida | Foto: Folha Z

Prefeitura

Para dialogar com os manifestantes, a prefeitura enviou um assessor do gabinete do prefeito, Luziano da Costa.

Ele recebeu representantes das categorias e ouviu suas demandas, prometendo levá-las ao prefeito e às autoridades responsáveis pela flexibilização das atividades econômicas no município.

Por meio de nota, o Comitê de Prevenção e Enfrentamento ao novo Coronavírus afirmou que todas as decisões de abertura ou fechamento são tomadas a partir de estudos técnicos realizados da Saúde, visando a “preservação da vida”.

Representantes de bares, restaurantes, academias e feiras são recebidos por Luziano da Costa | Foto: Folha Z
Representantes de bares, restaurantes, academias e feiras são recebidos por Luziano da Costa | Foto: Folha Z

Confira a íntegra do texto:

“O Comitê de Prevenção e Enfrentamento ao novo Coronavírus esclarece que todas as decisões de abertura ou fechamento de atividades comerciais são tomadas a partir de estudos técnicos realizados pela Secretaria Municipal de Saúde visando sempre a preservação da vida e a não transmissão em massa do Coronavírus na cidade. Ressalta que o Comitê liberou, desde o dia 28 de abril, a retomada responsável de 82% das atividades econômicas, incluindo feiras de hortifrutigranjeiros e que desde o dia 7 de junho iniciou o rodízio de abertura das bancas por fileiras ímpares e pares por semana.

Com relação ao escalonamento, a Prefeitura ressalta que esta medida foi tomada com o objetivo de ampliar o índice de isolamento social na cidade, que hoje é de pouco mais de 36%, para 50%, que é o recomendado pelas autoridades de saúde, resguardando tanto as vidas dos aparecidense quanto a economia da cidade.”

Prefeito pede reabertura de academias durante reunião do comitê


Acompanhe tudo que acontece em Aparecida de Goiânia seguindo a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook