Moradores sem noção insistem em transformar margens de córregos de Goiânia em lixões

Descarte irregular de lixo é denúncia frequente daqueles que convivem diariamente com o mau cheiro nas proximidades dos córregos de Goiânia. Prefeitura promete reforço na fiscalização e punição aos porcalhões

Córrego Vaca Brava (Foto: Guilherme Coelho)
Córrego Vaca Brava (Foto: Guilherme Coelho)

Os córregos Cascavel e Vaca Brava, que deveriam contribuir com a qualidade de vida dos moradores da Região Sul de Goiânia, foram transformados em grandes lixões por moradores sem noção. Pneus, móveis e outros depósitos irregulares de lixo resultam em criadouros do mosquito da dengue e vetores para diversas doenças. Quem mora ou trafega pelas proximidades convive com o cheiro insuportável dessa sujeira toda.

Segundo a Companhia de Urbanização de Goiânia (Comurg), não é possível monitorar 24 horas por dia a extensão dos cursos d’água. Mas o órgão garantiu que a limpeza das áreas é constante. O motivo pelo qual os córregos chegaram à atual situação seria, na verdade, a falta de consciência de quem descarta lixo irregularmente.

LEIA MAIS: Você não vai acreditar! É mais barato se hospedar em Buenos Aires do que Gramado ou Rio

Morador do Jardim América, Glauco Júnior relatou que caminhões carregando descarte da construção civil despejam lixo frequentemente às margens do Córrego Cascavel, principalmente na via marginal que foi bloqueada pela Prefeitura de Goiânia justamente para evitar a poluição. A reportagem do Folha Z inclusive já testemunhou um flagrante de crime ambiental na Marginal Cascavel. A polícia, depois de chamada, conduziu os suspeitos para responderem pelo ato ilegal e revoltante.

Comurg

De acordo com o presidente da Comurg Edilberto Dias, 80 funcionários públicos trabalham diariamente na limpeza dos dois córregos. Edilberto disse também que, como são centenas de quilômetros de margem dos cursos que cortam Goiânia, é normal que alguns trechos acumulem lixo, mas não por muito tempo.

O presidente do órgão responsável por manter a cidade bonita afirmou que foi realizada recentemente a limpeza de toda a margem dos córregos Cascavel e Botafogo. “Não é possível fiscalizar porque as pessoas jogam lixo geralmente durante a noite. E isso não acontece apenas em córregos, mas em lotes baldios também”, disse.

Comentários do Facebook