Marido de delegada espanca mulher que o impediu de agredir esposa

Ao derrubar a segurança no chão, marido de delegada ainda puxa os cabelos dela| Foto: Reprodução/Youtube
Ao derrubar a segurança no chão, marido de delegada ainda puxa os cabelos dela| Foto: Reprodução/Youtube

Um homem foi preso neste domingo, 18, após agredir com socos e pontapés uma segurança, em Três Corações, Minas Gerais, no último sábado, 17. Identificado como Felipe Neder Silva, de 34 anos, ele já havia agredido a esposa, que é delegada na cidade, antes de bater em Edvania Nayara Rezende, de 23 anos. Ele também é acusado de agredir outro homem no local. Veja vídeo abaixo.

Segundo a jovem, Felipe e a esposa estavam discutindo no carro quando passaram por ela.”Ela se jogou do veículo e começou a gritar. Ele parou o carro mais a frente e partiu para cima dela, deu um tapa nela. Muita gente começou a filmar e ficou em cima, tentando acalmar. Ela pegou a chave do carro dele, jogou longe e fugiu. Eu falei que ia chamar a polícia e ele veio falar que só queria levar ela para casa. Eu falei que isso não dava a ele o direito de bater em uma mulher e ele me socou. Caí no chão e ele ainda me chutou”, disse Edvania.

Um vídeo que circula pelas rede sociais mostra o momento em que o homem agride Edvania, após gritar com ela. Nas imagens, é possível ouvir Edvania pedindo para que ele “abaixe a bola”. Felipe então responde: “abaixa a bola você!”. Ele toca a segurança, que pede: “tire a mão de mim”. Nesse momento, ele acerta um soco no rosto da jovem. Na sequência, ela cai e recebe um chute próximo à cabeça. Felipe se afasta e Edvania é amparada por algumas pessoas, chora e grita: “Você vai pagar na cadeia!”, reclama.

Edvânia Nayara Ferreira Rezende em foto tirada logo após ser agredida: 'Quero justiça'| Foto: Reprodução/ Arquivo Pessoal
Edvânia Nayara Ferreira Rezende em foto tirada logo após ser agredida: ‘Quero justiça’| Foto: Reprodução/ Arquivo Pessoal
publicidade

Logo após a agressão, outras pessoas tentam conter o rapaz. Ele, então, faz menção de tirar algo do bolso. “Era um canivete. Ele pegou um canivete e o rapaz que tentou controlar ele disse que ele não precisava fazer aquilo. Ele, então, deu um soco no rapaz. Ele perdeu dois dentes”, afirmou Edvania.

LEIA MAIS: Os 5 carros mais roubados em Goiânia

“Não merece meu perdão”

Todo o fato ocorreu em menos de cinco minutos, porém foi o bastante para marcar a dor e a indignação vivida por ela. “Ele não merece perdão”, disse a segurança, que estava no horário de trabalho em um clube e tentava prestar socorro à esposa do suspeito, identificado pela PM como sendo o comerciante Luiz Felipe Neder Silva.

“Quando ele veio para cima de mim, eu fiquei com medo. Tanto que eu encostei no carro e foi por isso que ele conseguiu me acertar. Eu não tinha para onde fugir. Mas quando eu caí no chão, eu queria voar nele. Eu só não parti para cima dele porque não deixaram”, relembra.

Acompanhe o Folha Z no Facebook, Instagram e Twitter