Com o período de chuvas, os casos de desastres naturais provocados pelas precipitações aumentam em Aparecida de Goiânia.

Desde 2018, a Defesa Civil envia gratuitamente avisos por SMS à população goiana com o objetivo de orientar quanto aos procedimentos a serem adotados diante do risco de inundações, alagamentos, temporais ou deslizamentos de terra, entre outras ocorrências.

Além de Aparecida, moradores de Goiânia e outras cidades do Estado podem se cadastrar.

Como cadastrar para receber a mensagem

Os interessados devem enviar o CEP do endereço em que deseja receber as atualizações para o número 40199, por mensagem gratuita, e solicitar sua adesão.

Os alertas serão produzidos e enviados pelo Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cenad), em parceria com os órgãos de Defesa Civil de estados e municípios, assim que forem identificadas situações de riscos que possam acarretar desastres naturais.

A qualquer momento, se o usuário desejar, também é possível cancelar o serviço por mensagem de texto.

DEFESA CIVIL INTERDITA CASAS EM APARECIDA APÓS TEMPORAL Após as fortes chuvas do fim de semana, a Defesa Civil de Aparecida de Goiânia interditou 5 casas em diferentes regiões da cidade. Devido aos estragos, pelo menos 8 famílias precisaram buscar abrigo em casas de parentes e abrigos municipais. Como resultado do temporal, dezenas de árvores caíram e 9 postes de energia elétrica tombaram. Além disso, há registro de de 2 igrejas destruídas (no Jardim Ipiranga e no Monte Serrat) e da queda do muro do Colégio Estadual Boa Esperança, no Parque das Nações. Durante a segunda-feira, 23, agentes da Defesa Civil continuaram nas ruas registrando locais com perigo de deslizamento e até verificando a possibilidade de interdição de mais imóveis. De acordo com o superintendente Juliano Cardoso, o órgão ainda monitora a possibilidade de novas pancadas de chuvas e ventos fortes em Aparecida.

Welcome back to Instagram. Sign in to check out what your friends, family & interests have been capturing & sharing around the world.

Ministério da Integração

O serviço foi implementado primeiramente nos estados do Paraná, Santa Catarina, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo e Rio Grande do Sul.

É coordenado pelo Ministério da Integração, em parceria com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e operadoras de telefonia móvel.


Acompanhe a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook