Morta a facadas, grávida escreve nome de suspeito com sangue

A partir da pista dada pela vítima, PM conseguiu localizar e prender o possível autor

grávida morta facada escreve nome suspeito Anápolis GO
Mulher grávida foi morta e, antes de morrer, escreveu nome do suspeito com o sangue em Anápolis | Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Uma mulher, de 37 anos, morreu com uma facada em uma lanchonete em Anápolis, a cerca de 60 km de Goiânia.

Ela estava grávida de 6 meses.

Segundo a Polícia Militar (PM), a vítima, antes de morrer, teria escrito o nome do suspeito com o próprio sangue na mesa do estabelecimento.

A partir da pista dada por Luciene Maria de Sousa, a PM conseguiu localizar o homem e o prendeu na noite da última segunda-feira, 20.

Ainda conforme os militares, tanto vítima como o suspeito, eram usuários de drogas, porém não souberam informar se havia algum tipo de relação entre os 2.

Homem localizado e preso

A PM disse que Luciene foi esfaqueada fora da lanchonete. O bebê também não resistiu aos ferimentos.

A polícia afirmou também que, ao chegar na casa do suspeito, não havia ninguém no local, e a equipe decidiu ficar nas imediações.

Pouco tempo depois, o homem chegou à residência. Segundo a PM, ele ainda estava sujo de sangue.

A motivação para o crime não foi esclarecida. O suspeito foi preso e encaminhado à delegacia.

O caso será investigado pelo Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) de Anápolis.

vítima Luciene grávida morta Anápolis
Luciene estava grávida e foi morta com facada em Anápolis | Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Motociclista fica gravemente ferido após bater em carroça em Aparecida


Acompanhe a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook