Veja por que você não deve andar de moto com bermuda e chinelo

Durante quedas, o motociclista desprotegido pode acabar machucado seriamente

Moto chinelo bermuda
Após queda, motociclista sofre grave queimadura na perna | Foto: reprodução

Em país de clima quente como é o Brasil, especialmente no tempo seco do Centro-Oeste, é comum ver pessoas conduzirem motocicletas de bermuda e chinelo.

Porém, algo que nem todo mundo sabe é que essa atitude pode resultar em multa e até mesmo acidentes graves.

De acordo com o artigo 252 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), é proibido pilotar motos usando chinelo, sandálias que não ficam presas aos calcanhares e salto alto.

usar chinelo bermuda de moto pode
O artigo 252 do CBT proíbe o uso de chinelos para condução e prevê multa para a infração cometida | Foto: reprodução

Por ser um tanto vaga, é importante ressaltar que a interpretação da autoridade de trânsito é bastante levada em conta.

Aplicação de multa

Um agente de trânsito que constatar a irregularidade pode aplicar multa de R$ 85,13 e quatro pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) do condutor.

Andar de moto descalço chinelo não pode
Motociclista flagrado conduzindo de chinelo. Infração média com multa de R$ 85,13 e quatro pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) | Foto: reprodução

Já em relação à bermuda, não existe nenhuma lei que impeça o motociclista de trafegar com este tipo de vestimenta, assim como descalço.

Riscos de lesões graves

O problema nestes casos é o alto risco de fraturas e queimaduras graves.

Durante quedas, o motociclista desprotegido pode acabar machucado seriamente.

Exemplo nas imagens a seguir:

Quando ocorre a queda, é possível perceber as queimaduras e hematomas sofridos pelo motociclista.

“Ralados” no asfalto são ferimentos abrasivos, queimaduras que podem chegar até o terceiro grau.

Isso porque a temperatura da pele em contato com o asfalto pode chegar a níveis altíssimos, além da infecção gerada pela sujeira da superfície.

Motociclista de bermuda chinelo pode
Motociclista sofre grave queimadura na mão esquerda depois de queda. Ele estava de bermuda e chinelo | Foto: reprodução

Essas lesões podem ainda ser acompanhadas de fratura e arrancamento de músculos, nervos e vasos.

Roupas e calçados para motos

Quais roupas e calçados seriam mais adequados então?

De acordo com especialistas em trânsito, a recomendação de vestimentas adequadas para pilotos de motocicletas objetiva aumentar o controle dos veículos.

Calças mais grossas, roupas impermeáveis que cobrem todo o corpo, sapatos fechados, jaquetas, óculos e até mesmo luvas podem atenuar (e muito) a gravidade de um acidente.

Roupas para moto
Existem vestimentas próprias para conduzir uma moto | Foto: reprodução

Para mulheres

Como já citado antes, calçados que ficam presos ao calcanhar e que dificultam o uso dos pedais são proibidos por lei.

Portanto, nada de pilotar com salto alto.

Caso a mulher esteja indo à uma festa, o recomendado é utilizar um tênis, de preferência com sola de borracha, para pilotar, e ao chegar no evento trocá-lo pelo salto.

Em relação à sandálias e sapatilhas, o melhor é que estas estejam bem ajustadas e presas ao pé.

O ideal portanto é utilizar um tênis para dirigir. É um calçado confortável, seguro e, no caso de acidentes, evita queimaduras ou lesões mais graves.

Mulher de moto
O uso do tênis para pilotar a moto é o mais adequado | Foto: Nana da 150

E para os homens

Semelhante ao indicado às mulheres, um tênis esportivo é o indicado. Ele possui boa aderência, além de ser bastante flexível.

O uso de botas não é recomendável. O motivo é o mesmo do salto alto para mulheres. Em caso de chuva, dê preferência à botas próprias para moto.

Outro vilão é o sapato social. Por ter uma sola muito rígida, ele compromete o uso dos pedais, além de tornar desconfortável.

Por isso, todo cuidado é pouco, tanto para homens como para mulheres. Escolha a roupa e o calçado mais protegido possível e pé na estrada.

Ah, e vê se não se esqueça do capacete também!

LEIA MAIS: Multas mais frequentes em motos (6 e 7 suspendem a CNH)


Acompanhe o Folha Z no Facebook, Instagram e Twitter

Comentários do Facebook