Mulher mata ex-companheiro com golpe de faca no Jardim Presidente

Uma mulher confessou ter matado para a Polícia Civil (PC) o ex-marido. O crime ocorreu no Jardim Presidente, em Goiânia em outubro do ano passado.

Segundo Paulo Ludovico, delegado responsável pelo caso, Marli Carvalho dos Reis (réu confessa) e Leopoldo Cruz (vítima) conviveram cerca de dois anos juntos. O casal vivia na casa dos pais da vítima e nesse tempo houve muitos históricos de agressões domésticas.

Meses antes do homicídio, Marli prestou queixa na Delegacia de Atendimento à Mulher (DEAM) contra o ex-companheiro por agressão física. Ela afirmou, no histórico do Boletim de Ocorrência (BO), que o mataria por vingança.

Frieza

De acordo com o delegado, no dia 18 de outubro do ano passado, após retornar do velório do ex-sogro, o casal teve uma nova briga. Na confusão, a mulher desferiu uma facada no pescoço da vítima, enquanto ele se preparava para dormir. Ela fugiu do local em seguida. Leopoldo só foi encontrado morto pela polícia no dia 20 de outubro em avançado estado de decomposição.

Ao ser interrogada pelos policiais, ela não negou o crime e disse ainda friamente: “Ele queria dormir. Então, deixei que ele dormisse para sempre”.

A mulher está presa na carceragem feminina do 14º Distrito Policial de Goiânia (DP) e será indiciada pelo crime de homicídio.

Comentários do Facebook