Mulher é presa em flagrante por mentir sobre Covid-19 em Iporá

Ela deu golpes e extorquiu dinheiro de moradores da cidade

Uma mulher foi presa em flagrante suspeita de se passar por funcionária da saúde para pedir dinheiro de casa em casa, em Iporá, a cerca de 220 km de Goiânia.

A prisão ocorreu nessa 5ª feira (14). Ela foi identificada e, segundo as informações, já foi presa diversas outras vezes.

De acordo com a Polícia Civil (PC) de Iporá, a ação da investigada era a seguinte: batia na porta de um morador, dizia que tinha um caso de Covid-19 na família e solicitava ajuda financeira.

Outros golpes

Em algumas casas, a mulher dizia ser enfermeira, em outras, que ajudava uma criança com câncer.

Ainda conforme a PC, para convencer as vítimas, a autora chegou a citar nomes de profissionais da saúde de Iporá que estão na linha de frente no combate ao Covid-19.

A mulher teria afirmado que estaria ali a mando deles, para solicitar ajuda.

Contra ela foi lavrado Auto de Prisão em Flagrante (APF) pelo crime de estelionato.

Roubo de carro termina em perseguição e acidente no Jardim Itaipu


Acompanhe a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook