Celular ao volante, mesmo no semáforo, dará multa de R$ 293,47 e 7 pontos

Multas a partir de hoje terão um valor mais pesado ao bolso dos goianienses, inclusive em relação ao uso de celular | Foto: Divulgação
Multas a partir de hoje terão um valor mais pesado ao bolso dos goianienses, inclusive em relação ao uso de celular | Foto: Divulgação

A partir desta terça-feira, 1, multas para as infrações de trânsito terão um valor mais pesado. O aumento, anunciado em maio último, será de até 66% e os valores irão de R$ 88 (infração leve) a R$ 293,47 (gravíssima). Além disso, algumas infrações serão agravadas: usar o celular ao volante, por exemplo, passou de grau médio para gravíssimo.

Uma dessas alterações trata das “cinquentinhas” (motos de 50 cilindradas). A partir de hoje passam a ser infrações de trânsito gravíssimas conduzir “cinquentinhas” sem Autorização para Conduzir Ciclomotores (ACC). Falar ao celular ao volante e desrespeitar vaga para pessoa com deficiência ou idosa também se tornam infrações gravíssimas.

Ainda para o celular, o texto da lei passa a dizer que é infração segurar ou manusear o aparelho. Assim, o motorista que manda mensagens de texto ou fica olhando sites ou redes sociais também poderá ser punido, mesmo quando estiver parado no semáforo.

LEIA MAIS: Marina Ruy Barbosa pede para entrevistador apertar seus seios para provar a naturalidade

Celular e Estacionamento

O condutor que falar ao celular ou manusear o equipamento enquanto estiver dirigindo cometerá infração gravíssima (R$ 293,47 e 7 pontos). Atualmente, dirigir falando ao celular é infração média.

LEIA MAIS: Efetivo inteiro da PM vai à rua e realiza blitze em Goiânia nesta segunda

Lei Seca

O condutor que se envolver em acidente ou for parado em blitz e se negar a fazer o teste do bafômetro, exame clínico ou perícia para identificar consumo de álcool ou drogas, cometerá infração gravíssima. A multa, acrescida de dez vezes, será de R$ 2.934,70 e o condutor terá o direito de dirigir suspenso por um ano.

Acompanhe o Folha Z no Facebook, Instagram e Twitter
Comentários do Facebook