Notícia falsa de bebê em carro roubado inunda WhatsApp

WhatsApp pode ajudar a espalhar notícia falsa | Foto: Reprodução
WhatsApp pode ajudar a espalhar notícia falsa | Foto: Reprodução

Uma notícia falsa circula pelo WhatsApp e tem assustado muitas pessoas em Goiânia e em quase todo o Brasil.

De acordo com o texto, um carro teria sido roubado e o bebê de apenas 2 meses do proprietário estaria dentro do veículo levado pelos assaltantes.

Felizmente, a mensagem refere-se a uma história que já circula pela internet há anos e, segundo departamentos de polícia de todo o país, não passa de boato.

publicidade

Em grupos do aplicativo de mensagens, muitas pessoas já se atentaram para o detalhe. Mas a mensagem continua sendo compartilhada.

Confira a íntegra do texto:

“Urgente. Roubaram um carro com um bebê dentro. O Filho da professora Silvana Zaniolo pede ajuda de todos. Ajudem a divulgar: Roubaram agora na José Bonifácio. Rua do Detran. Um Uno 2006 prata, placa: GZB8905.

Se identificar o carro, favor ligar no 98852-8589. O dono esta louco pois levaram o carro com a bebê dele dentro. Repasse rápido, por favor é sério. Repassa quem puder, estou Repassando de outro grupo… e vamos orar tbm pra que nada aconteça a essa criança, o Bebê tem só 2 meses! Por favor, ñ custa nada ajudar.”

LEIA MAIS: 

Mensagem alerta para vírus mais potente que H1N1 em Goiânia. Fake news?

Áudio de WhatsApp afirma que pedir nota fiscal reduzirá preço de gasolina. Será?

Notícias falsas

No intuito de ajudar e agilizar a solução do crime, muitas pessoas compartilham esse tipo de mensagem para amigos e grupos. Porém, a recomendação da polícia é tentar, minimamente, verificar a origem da informação antes de causar pânico ou colocar a vida de terceiros em risco.

Disfarçadas, com linguagem alarmante e nenhuma apuração jornalística, as notícias falas influenciam leitores que não conseguem diferenciar verdade e boato.

Preocupado com esse problema mundial, o Facebook desenvolve uma ferramenta para combater a divulgação de notícias em sua plataforma. Por meio do recurso, você poderá marcar uma publicação como falsa quando identificá-la em seu feed.

Acompanhe o Folha Z no Facebook, Instagram e Twitter