O Brasil abriu a boca, mostrou a sua cara e virou manchete internacional [OPINIÃO]

Jonathan
Johnathan Ferreira é presidente do PSDB Jovem metropolitano

Domingo, 15, me senti um privilegiado. Senti a mesma emoção que sentiram milhões de brasileiros que foram às ruas por todo país. Ir à rua e perceber no semblante de cada um que estava ao seu lado, ombreando no percurso da luta, a expressão de garra misturado ao desejo de mudança é muito brio. Tudo isso, aliado ao sentimento de indignação e movido pela insatisfação com o atual momento político, econômico e social vivido no Brasil.

O Brasil superou-se. Virou manchete internacional. Mostrou sua cara, sob as cores do verde-amarelo, gritou e esbravejou para que todos escutassem que não suportam mais tamanha desordem administrativa, desequilíbrio financeiro, recessão econômica, injustiça de todos os gêneros… E o que mais motivou os brasileiros as tomar as ruas, a intolerância com banalização da corrupção. Sem ser desordeiros fizeram de um ato, uma redenção.

Comodismo

O brado forte retumbante superou o comodismo daqueles que se conformaram em ser mantidos por meio de instrumentos que provocaram por todo esse tempo o congelamento ideológico e racional. Aviventou a coragem. Recuou os desonestos. Inquietou os acomodados. Meu Brasil, brasileiro que orgulho de ti. A festa não se encerrou com cortinas fechadas. Ou mesmo com despedidas. Aliás, não se encerrou, nem se despediu.

O Brasil se uniu em torno de uma só causa

Eu vi o exercício da cidadania com meus próprios olhos. Eu presenciei, no abraço de cada um com o outro, o sedento encorajamento contaminar à todos. Eu percebi que o Brasil se uniu em torno de uma só causa. Eu fui convencido de que o cansaço (por mais que parece contraditório) foi combustível para que cada cidadão e cidadã fosse para a rua lutar pelo resgate do nosso país.

E na musicalidade de Gal Costa me posto a plagiar a seguinte frase: “Brasil, mostra a sua cara. Quero ver quem paga pra gente ficar assim.” Essa frase resume o dia de ontem. Um domingo. O feito de um domingo incomum. De um domingo histórico. E outros domingos nos esperam. E novos desafios nos aguardam. E seguiremos na mesma marcha. Até que o cansaço mude de lado. E se proste de joelhos aos pés do povo brasileiro.

Viva o Brasil!

Johnathan Ferreira é presidente do PSDB Jovem metropolitano
@JohnathanFer

 

 

Comentários do Facebook