Os emblemas do ser

Dhiogo José Caetano é professor, escritor e jornalista
Dhiogo José Caetano é professor, escritor e jornalista

Ver a verdade é um dom de muitos, mas aceitar a verdade é um dom de poucos.

É melhor viver uma verdade do que mil mentiras.

Feliz aquele que vivencia a plenitude do lar.

Feliz aquele que controla o prazer corporal, vivendo do saber mental.

O sexo leva o homem à plenitude do existir em momentos de frenesi.

O sexo além do prazer é a base fundamental da evolução humana.

Gozar é viver a plenitude do prazer, da emoção e da sedução que vai além do tesão do ser, invadindo a alma das criaturas que promovem a arte de amar.

O sexo é um elemento pensado por todos, mas é um tabu inibidor que silencia os pensadores.

Em uma relação de sentimentos entre um homem e uma mulher, ambos se usam para tornarem-se completos como seres humanos.

O destino de cada pessoa é um grande mistério.

Todos que nascem um dia há de morrer e assim seguir o percurso evolutivo da vida.

Vivemos uma constante luta com o enigma do tempo.

Buscar compreender o futuro é um ideal que nega o presente.

O ser humano é um sistema complexo que se move através de interesses.

Ser considerado louco em muitos momentos é um elogio.

Ser feliz não é ter tudo e sim saber entender o todo.

Na vida real não existe final de novela.

Temos a certeza que vamos morrer, então é melhor morrer em meio à guerra, lutando por um ideal.

A morte tem o poder de transformar o que é concreto em uma plenitude abstrata.

Quem ganha tem que possuir a sabedoria de perder e assim continuar a caminhada da conquista.

O perdedor tem a possibilidade de buscar uma nova vitória.

Os grandes sonhadores vivem uma constante guerra com aqueles que não acreditam em seus sonhos.

Feliz aquele que aceita a forma física que possui e busca concretizar a beleza do mundo a sua volta.

Praticando a arte de prender.

Ensinar é sempre um ato de aprender, de construir novas formas do saber.

Conquistando através das experiências a capacidade de recomeçar.

Os emblemas, o passado, o presente, o futuro, o além daqui…

Dhiogo José Caetano é professor, escritor e jornalista

Comentários do Facebook