Padrasto não será indiciado pela morte de Danilo Silva | Foto: Reprodução
Padrasto não será indiciado pela morte de Danilo Silva | Foto: Reprodução

Em uma reviravolta na investigação, a Polícia Civil apresentou a conclusão do inquérito sobre a morte do menino Danilo Silva na tarde desta 2ª feira (10).

E, ao contrário do que havia sido apurado preliminarmente na última semana, a conclusão foi de que o padrasto do garoto, Reginaldo Melo, não teve envolvimento com o crime.

Preso provisoriamente no dia 31 de julho, Reginaldo não será indiciado.

Segundo a Polícia Civil, o jovem Hian Alves de Oliveira mudou seu depoimento inicial e negou a participação do padrasto no homicídio.

Por fim, o inquérito remetido ao Judiciário aponta para a ação solitária de Hian no crime.

LEIA MAIS 👉 Danilo foi perfurado e teve cabeça pisoteada contra o chão


Acompanhe a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook