Menina de 11 anos escreveu várias cartas relatando abusos cometidos pelo pai em Goiânia

Nos textos, ela escrevia em detalhes os crimes que sofreu e pedia socorro. Nessa madrugada, a PM prendeu o homem após encontrar a menina com uma mochila, tentando fugir de casa

Pai acusado abusar sexualmente
Um pai foi preso acusado de abusar sexualmente das próprias filhas, em Goiânia | Foto: Divulgação

Um homem foi preso na madrugada desta sexta-feira, 12, acusado de abusar sexualmente das próprias filhas no setor Santo Hilário, em Goiânia.

As meninas têm apenas 11 e 14 anos. A menor, inclusive, segundo a PM, escreveu diversas cartas relatando os abusos cometidos pelo pai.

Nos textos, ela escrevia em detalhes os crimes que sofreu e pedia socorro.

A caçula foi encontrada pela PM com uma mochila, tentando fugir de casa.

Além do pai das garotas, a mãe também foi detida acusada de ofender os policiais e repreender as filhas por denunciarem o pai.

Na delegacia, o suspeito afirmou que possui 33 passagens pela polícia, porém negou que abusa sexualmente das meninas.

Abusos sexuais

Uma equipe policial fazia uma patrulha pela região do Santo Hilário quando encontrou umas das vítimas na rua.

Segundo os policiais, a menina estava muito agitada e dizia que iria fugir de casa, porque não aguentava mais as brigas dos pais.

Além disso, ela relatou aos agentes que o pai acariciava as partes íntimas dela, se masturbava e mostrava a genitália.

Ainda conforme a PM, quando a mãe chegou ao local, repreendeu a filha por denunciar o pai e agrediu os policiais verbalmente.

A equipe então foi até a casa da família, onde foi recebida pela filha mais velha do casal.

A menina também contou aos agentes que sofria abusos sexuais pelo pai.

De acordo com o conselheiro tutelar Luís Gomes, responsável pelo atendimento às vítimas, o conselho tutelar tomou as providências de proteção às adolescentes e vai encaminhar a tratamento psicológico.

Conselheiro tutelar Luís Gomes, responsável pelo atendimento às vítimas | Foto: Arquivo Pessoal
Conselheiro tutelar Luís Gomes, responsável pelo atendimento às vítimas | Foto: Arquivo Pessoal

33 passagens

O suspeito conta na ficha criminal com 10 passagens pela Lei Maria da Penha e as outras por furto, roubo e estelionato.

O pai está preso na Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam).

Por sua vez, a mãe está encarcerada na Central de Flagrantes.

As 2 meninas foram entregues ao Conselho Tutelar.

Catequista suspeito de estuprar 13 crianças da própria família está foragido


Acompanhe o Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook