Estão confirmadas mais 2 parcelas do Auxílio Emergencial da crise de covid-19.

O anúncio foi feito pelo presidente Jair Bolsonaro na 5ª feira (4) durante sua live semanal.

Segundo ele, foi acertado o pagamento de mais 2 mensalidades, mas com valor inferior aos atuais R$ 600.

“Vai ter, também acertado com o [ministro da Economia] Paulo Guedes, a 4ª e a 5ª parcela do auxílio emergencial”, afirmou.

Porém, segundo o presidente, o valor do benefício será menor do que os R$ 600 iniciais

“Para ir partindo exatamente para um fim, porque, cada vez que nós pagamos esse auxílio emergencial, dá quase R$ 40 bilhões. É mais do que os 13 meses do Bolsa Família”, disse Bolsonaro.

Bolsa Família

Eleitores de Bolsonaro se arrependem: dados apontam que esses 25% não votariam no presidente novamente caso a eleição fosse hoje | Foto: Marcos Corrêa / PR
Presidente Jair Bolsonaro (PSL) | Foto: Marcos Corrêa / PR

Também na esteira do assistencialismo, o presidente antecipou um possível aumento no valor do benefício do Bolsa Família, pago a cerca de 14 milhões de famílias em situação de pobreza e pobreza extrema.

O valor do eventual aumento ainda será anunciado, garantiu o presidente, sem especificar uma data.

“Acho que o pessoal do Bolsa Família vai ter uma boa surpresa, não vai demorar. São pessoas que necessitam desse auxílio, que parece que está um pouquinho baixo. Então, se Deus quiser, a gente vai ter uma novidade no tocante a isso aí”, afirmou.

(*Redação com informações da Agência Brasil)

Auxílio negado agora poderá ser contestado no app


Acompanhe a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook