Peixinho Bar e churrascaria do Marrone são interditados pela Vigilância

Peixinho Bar e Restaurante é interditado após apresentar irregularidades| Foto: Divulgação
Peixinho Bar e Restaurante é interditado após apresentar irregularidades| Foto: Divulgação

O Peixinho Bar e Restaurante, no Setor Marista, em Goiânia, foi interditado nesta sexta-feira, 25, pela Vigilância Sanitária Municipal.

“Havia algumas irregularidades, pedimos para ser arrumado, mas eles não respeitaram e tivemos que interditar o estabelecimento”, disse a coordenadora de fiscalização de alimentos da Vigilância Sanitária Tânia Agostinho.

Segundo Tânia, um dos problemas encontrados foram 96 Kg de produtos impróprios e “muita sujeira e barata”, disse. A reportagem do Folha Z entrou em contato com o restaurante, porém sem êxito.

publicidade

LEIA MAIS: Preço da gasolina cai em Goiânia. Veja alguns dos postos mais baratos da cidade

Churrascaria Favo de Mel é interditado após apresentar produtos vencidos| Foto: Divulgação
Churrascaria Favo de Mel é interditado após apresentar produtos vencidos| Foto: Divulgação

Favo de mel

A Vigilância Sanitária interditou por tempo indeterminado ainda nesta sexta-feira a churrascaria Favo de Mel, localizada no Setor Sul, em Goiânia, pertencente ao cantor sertanejo Marrone e a um grupo de empresários. “Eles estão abertos há um ano, mas não tem alvará da Vigilância Sanitária para funcionar. Desconsideraram o órgão”, disse a coordenadora.

Durante a fiscalização, os fiscais apreenderam mais de 100 kg de alimentos vencidos e impróprios para o consumo, que foram inutilizados no local. “A churrascaria foi autuada, multada e vai ficar fechada até corrigir as irregularidades para minimiza os problemas”, destaca Tânia.

Nota

Em nota, A Churrascaria Favo de Mel esclarece que tem por princípio a seriedade com seu negócio e com seu cliente. O respeito às normas de higiene e conservação dos alimentos são premissas da empresa.

Os produtos supostamente vencidos apontados pela vigilância sanitária, na verdade não possuíam a etiqueta interna da empresa, o que, para o órgão, caracteriza-se não conforme.  A churrascaria afirma que não é utilizado nenhum produto vencido na unidade.

A Favo de Mel informa que o alvará da vigilância sanitária já foi solicitado, protocolado e aguarda o andamento dos trâmites legais do processo.

O comunicado destaca também que o aparecimento de inseto relatado pela fiscal, foi uma fatalidade. Na última segunda-feira foi feita a dedetização mensal preventiva na unidade.

Acompanhe o Folha Z no Facebook, Instagram e Twitter