Piada de “português” agora é do “mosquito” – JOGO LIMPO com Rodrigo Czepak

Jogo Limpo com Rodrigo Czepak

 

Twitter Governo de GoiásPiada de “português” agora é do “mosquito”

<<< O que você vai ler na sequência é um texto do Governo de Goiás, extraído de uma solenidade oficial e postado nas redes sociais na tarde desta quinta-feira. “Neste momento é assinada ordem de serviço que determina tomada de providências urgentes para erradicação do mosquito Aedes aegypti em Goiás”. Não, não se trata de brincadeira de mau gosto! O governador Marconi Perillo e o secretário de Saúde Leonardo Vilela, perdidos em eventos protocolares, decidiram eliminar o transmissor da dengue, zica e chikungunya com uma canetada só.

Combinação explosiva

Auditório lotado, discursos enfáticos, pouquíssimos recursos e zero de realidade. Quem mais aplaudiu foi o Aedes aegypti, sentado na primeira fila. Dezenas de servidores e profissionais da saúde perdendo tempo precioso enquanto deveriam estar efetivamente nas ruas, visitando residências e mobilizando segmentos da sociedade. O atual momento da cruzada contra o mosquito em todo o país requer objetividade, pragmatismo e bom senso para autoridades federais, estaduais e municipais. Não se erradica inseto com documento e gogó, mas sim com ação e planejamento.

Zelador em apuros

A responsabilidade pela negociação do tríplex do Guarujá pode ser debitada a qualquer momento na conta do zelador do prédio. Essa é a sensação de quem observa os desmentidos do ex-presidente Lula, dos seus familiares, e dos empresários envolvidos. Trata-se de um imóvel adquirido e reformado, ao que parece, por fantasmas. E o zelador, infelizmente para ele, foi o único a enxergar visitas relevantes ao prédio. Pode pagar caro por ser a parte mais fraca.

Deputado Paulo Cezar Martins e Pablo Rezende protagonizaram um papelão na sede do diretório estadual do PMDB, em Goiânia. Após tiro disparado na confusão, membro diz: “Você vai me matar, deputado”
Deputado Paulo Cezar Martins e Pablo Rezende protagonizaram um papelão na sede do diretório estadual do PMDB, em Goiânia. Após tiro disparado na confusão, membro diz: “Você vai me matar, deputado”

Renovação com turbulência

A sede do diretório regional do PMDB em Goiânia voltou a ser sacudida por um triste episódio de briga, tiro e sumiço de documentos. A eleição para presidência do partido, marcada para o dia 5 de fevereiro, viveu seu momento mais tenso entre os grupos do deputado federal Daniel Vilela e do ex-prefeito Nailton Oliveira, representados pelo deputado Paulo Cezar Martins e Pablo Rezende, presidente da juventude. A temperatura máxima dos últimos dias é sinal de que a mudança nos rumos do diretório do PMDB está mais próxima do que muitos imaginavam, causando revolta e contrariedade em alguns membros.

Gravação

Durante a discussão, foi gravado um áudio que mostra a reação do deputado e dos presentes no local. No meio da conversa, após uma série de gritos, um tiro é disparado para o teto. “Vai matar a gente. O senhor vai matar a gente! O senhor deu um tiro no diretório! O nosso partido é da democracia, deputado!”, gritava o jovem peemedebista enquanto alguém gravava o áudio do ocorrido.

No áudio a seguir é possível ouvir parte do ocorrido:



PMDB do contraditório

O que mais chama atenção nas frequentes desavenças internas no diretório regional do PMDB é o interesse que elas continuam despertando. Mesmo com cinco derrotas consecutivas ao governo do estado, o partido ainda é o mais enraizado e com o maior número de filiados – cerca de 170 mil. O grande desafio do PMDB é abandonar a pauta negativa que tanto lhe fragiliza em relação ao PSDB, seu maior adversário.

Ladeados por jovens tucanos, o presidente da Câmara Municipal de Goiânia, Anselmo Pereira, afirmou que sendo prefeito de Goiânia a militância do PSDB, desde o mais jovem ao mais velho, terá vez e voz na sua gestão. A conferir / Foto: Instagram Juventude PSDB
Ladeado por jovens tucanos, o presidente da Câmara Municipal de Goiânia, Anselmo Pereira, afirmou que sendo prefeito de Goiânia a militância do PSDB, desde o mais jovem ao mais velho, terá vez e voz na sua gestão. A conferir! / Foto: Instagram Juventude PSDB

PSDB com seus problemas

E por falar no partido de Marconi Perillo, o clima entre os jovens tucanos não anda nada amistoso depois que os deputados federais Waldir Soares e Giuseppe Vecci decidiram não participar do debate entre pré-candidatos à Prefeitura de Goiânia. Apenas Anselmo Pereira, presidente da Câmara, compareceu ao evento. Como se vê, democracia interna também é problema no PSDB.

Comentários do Facebook