PM atira em colega e o mata ao confundi-lo com criminoso em Goiânia

Atirador diz que confundiu a vítima com um ladrão

Um policial militar matou supostamente por equívoco um colega de farda na noite desta sexta-feira, 18, no Setor Granja Cruzeiro do Sul, em Goiânia.

Eram 20h30, quando o autor que vitimou o sargento Mackleiton Rodrigues Alves, lotado no Batalhão de Rotam, disse que guardava o carro na garagem de casa, na Rua Via de Acesso Central, quando observou dois homens correndo na via.

O primeiro, com uma faca na mão. O segundo, de acordo com ele, com capacete na cabeça, arma de fogo nas mãos e atirando.

“Polícia, polícia”

Unifan Bolsas de até 70% – 300×250

Em depoimento à Polícia Civil, o autor disse que ficou sem entender o que acontecia e gritou em voz alta: “parado, polícia, polícia”.

Neste momento, o sargento da PM que estava descaracterizado e ainda com um capacete na cabeça, vira-se com a arma na mão.

O policial, se assusta e atira.

Após o disparo, o policial ouve o sargento dizer que também é policial.

Em seguida, a identidade funcional do sargento é encontrada e o resgate acionado.

O sargento Mackleiton Rodrigues foi encaminhado ainda com vida para o Hospital de Urgência Governador Otávio de Lage (HUGOL), mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito.

O homem que estava com a faca na mão também foi baleado e morreu no local.

Ele foi identificado como Daniel Henrique Venâncio.

Ainda não foi informado quem baleou Daniel e o motivo que o sargento Mackleiton perseguia o mesmo. (ATUALIZADA ÀS 8h44)


Acompanhe o que acontece em Goiânia seguindo o Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)