PM fecha laboratório que produzia loló para festas em Aparecida

Droga que mistura mistura benzina, clorofórmio, éter e essência perfumada tem sido cada vez mais usada por jovens. Efeitos preocupam

Droga loló, mistura benzina, clorofórmio, éter e essência perfumada, era vendida em festas em Aparecida | Foto: Divulgação / PMGO
Droga loló, mistura benzina, clorofórmio, éter e essência perfumada, era vendida em festas em Aparecida | Foto: Divulgação / PMGO

A Polícia Militar fechou um laboratório de fabricação de loló na manhã deste sábado, 30, em Aparecida de Goiânia.

A droga, de preparo clandestino, mistura benzina, clorofórmio, éter e essência perfumada.

De acordo com a PM, o laboratório funcionava em uma casa na Rua Paulista, no setor Jardim Luz.

Foi após denúncia anônima que a polícia chegou até o local.

Na residência, um homem de 26 anos, conhecido pelo apelido de “Tonelada”, foi preso em flagrante.

Com ele foram apreendidos 20 comprimidos de ecstasy, além de produtos e apetrechos para a fabricação de loló.

Segundo informações dos militares, o suspeito confessou que produzia e vendia a droga para jovens em festas na cidade.

Autuado por tráfico de drogas, ele foi encaminhado ao 4º Distrito Policial (DP) de Aparecida.

Homem é preso pela 4ª vez por furto em Aparecida


Acompanhe tudo que acontece em Aparecida de Goiânia seguindo a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook