Policial investigado por extermínio em GO e MT morre ao reagir a assalto

Policial investigado por extermínio em GO e MT morre ao reagir a assalto| Foto: Divulgação/Mais Goiás
Policial investigado por extermínio em GO e MT morre ao reagir a assalto| Foto: Divulgação/Mais Goiás

Um policial militar da reserva remunerada morreu na tarde desta quarta-feira, 28, no Hospital  de Urgências Governador Otávio Lage Siqueira (Hugol) depois de reagir a um assalto nesta manhã no Setor Sudoeste, em Goiânia. Ele foi encaminhado à unidade em estado grave e não resistiu após passar por um procedimento cirúrgico.

Em nota, a Polícia Militar (PM) ressaltou que Geson Marques Ferreira, de 44 anos, “mesmo estando na reserva remunerada, não titubeou ao cumprir com o juramento de servir e proteger a sociedade, mesmo com o risco da própria vida”.

O policial foi atingido por um disparo de arma de fogo ao reagir à ação de um casal de bandidos em um estabelecimento comercial. Os criminosos estavam em uma moto vermelha e houve troca de tiros.

LEIA MAIS: Polícia Militar prende suspeitos de matarem idosa na Vila Redenção

Ruf Medicina 300 x 250

Um dos suspeitos, Roger José de Miranda, de 26 anos, também levou um tiro no braço, mas conseguiu fugir. Horas depois, a PM prendeu o rapaz e Izabella Christina Coelho Silva, de 19 anos.

Sexto Mandamento

Policial era investigado em participar de grupo de extermino| Foto: Divulgação
Policial era investigado em participar de grupo de extermino| Foto: Divulgação

Geson era investigado pela Operação Sexto Mandamento, suspeito de integrar uma quadrilha de extermínio que matou, ocultou cadáveres, praticou tortura qualificada, falso testemunho, prevaricação, fraude processual, posse ilegal de arma de uso restrito e ameaça a autoridades públicas, jornalistas e testemunhas.

Ainda de acordo com a Polícia Federal (PF), ele e os comparsas investigados são suspeitos de matarem 50 pessoas. Ele respondia ao processo em liberdade por decisão do Tribunal de Justiça do Mato Grosso (TJMT).

Acompanhe o Folha Z no Facebook, Instagram e Twitter