Prefeitura assina primeiro decreto da comunidade LGBTT

(Foto: Edilson Pelikano)
(Foto: Edilson Pelikano)

Na tarde da última quinta-feira, 29, o prefeito Paulo Garcia recebeu o assessor da Diversidade Sexual, Adriano Ferreto, a secretária da Igualdade Social (Seppir), Ana Rita de Castro, o deputado estadual Mauro Rubem (PT) e representantes da comunidade LGBTT para assinar o primeiro decreto específico para esse grupo. A partir do documento, as pessoas trans de Goiânia têm o direito de ser chamadas pelo nome social que escolheram em todos os órgãos da administração pública direta e indireta.

“Esse decreto dispõe para toda a população de travestis e transexuais da cidade a utilização do nome social, não o civil, mas aquele escolhido de acordo com sua identidade de gênero. É um momento histórico para a população LGBTT de Goiânia, de fato é o primeiro ato público oficial para esse grupo em toda a história da cidade”, comemorou Ferreto.

Paulo Garcia elogiou Adriano Ferreto pelo esforço e dedicação na luta contra o preconceito. “Parabenizo o assessor pelo trabalho sólido e efetivo, pois a assinatura desse decreto é de suma importância para que se torne de fato algo corriqueiro e determinante na administração. Essas pessoas têm todos os direitos, como os demais membros da sociedade”, destacou o prefeito.

publicidade