Suposto vazamento de fotos íntimas causa troca na GCM Goiânia

Em Boletim de Ocorrência, comandante aponta o vereador Romário Policarpo e o chefe do Sindigoiânia como responsáveis pelo vazamento

Presidente GCM Goiânia
Presidente da Câmara Municipal de Goiânia, Romário Policarpo, e presidente da GCM de Goiânia, José Eulálio Vieira | Foto: Montagem FZ

O presidente da Agência da Guarda Civil Metropolitana de Goiânia (GCM), José Eulálio Vieira, renunciou ao cargo.

Ele se reuniu com o prefeito Iris Rezende para tratar do assunto na tarde dessa segunda-feira, 7.

Segundo informações da colunista do jornal “O Popular” Fabiana Pulcineli, a motivação da renúncia teria sido o vazamento de supostas fotos íntimas do presidente da agência.

No dia 1º, Eulálio registrou um boletim de ocorrência por difamação contra o presidente da câmara municipal de Goiânia, Romário Policarpo (Patriotas).

O relato é de que o parlamentar teria sido responsável pela divulgação das supostas imagens.

O BO foi feito na 20ª Delegacia Distrital de Goiânia.

Boletim de Ocorrência

Nele, Eulálio aponta como responsáveis o vereador Policarpo e o presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Município de Goiânia (Sindigoiânia), Ronaldo Gonzaga dos Santos.

Eles, segundo relato do presidente, teriam-no difamado há 8 meses com o vazamento das fotos e dito que Eulálio as teria enviado a uma colega de trabalho.

Além disso, o denunciante disse que Policarpo teria mostrado as fotos aos colegas vereadores da Câmara de Goiânia.

Contudo, Eulálio nega que tenha enviado as fotos à colega e afirma não saber como Romário e Ronaldo conseguiram as imagens.

O presidente também fala em montagem no depoimento dado à polícia.

No relato, o presidente também alega estar sendo ameaçado a deixar o cargo por conta das divulgação das imagens e estar enfrentando problemas familiares por conta do ocorrido.

Interino

Por meio de nota, o presidente da Câmara e o presidente do Sindigoiânia afirmaram que “receberam com absoluta surpresa a notícia sobre a ocorrência registrada”.

Segundo o comunicado, Policarpo e Gonzaga “sempre mantiveram postura de absoluta cordialidade e parceira institucional e profissional com o presidente da GCM, instituição a cujos quadros pertencem”.

“Não há quaisquer fatos ou elementos que liguem o presidente da Câmara de Goiânia e o presidente do Sindigoiânia ao alegado vazamento das imagens, o que restará comprovado na apresentação de suas defesas técnicas”, finalizou o texto.

Já a assessoria do Executivo municipal confirmou que o prefeito Iris Rezende aceitou, na tarde de segunda, o pedido de exoneração do comandante José Eulálio Vieira.

“No uso de suas atribuições legais, o prefeito nomeou o chefe de gabinete Gilásio Athaíde Cavalcante Filho para assumir, cumulativa e interinamente, o cargo de presidente”, relatou a prefeitura em nota.

Sem presença do prefeito, Caiado inaugura 1º Ipasgo Clínicas em Aparecida


Quer receber notícias dos bastidores da política de Aparecida?

Você está convidado a fazer parte de um grupo altamente bem informado sobre os rumos da cidade!

Mande uma mensagem para o Whatsapp do Folha Z e se cadastre para ter as matérias especiais do Folha Z direto do seu celular!

É só adicionar o telefone do jornal à sua agenda e mandar o seu nome e a seguinte mensagem: “quero notícias da política de Aparecida”.

Comentários do Facebook