Primo relembra ‘horas de angústia’ à procura de jovem afogado em Caldas

O veterinário Rodolfo Cabriny, afogado na última segunda, 3, em Caldas Novas. O corpo foi encontrado após 20 horas de busca | Foto: Reprodução
O veterinário Rodolfo Cabriny, afogado na última segunda, 3, em Caldas Novas. O corpo foi encontrado após 20 horas de busca | Foto: Reprodução

Jovem, 34 anos, adorava esportes, profissional apaixonado pela sua área e uma carreira ascendente a conquistar. Tudo isso não fosse o trágico acidente que o vitimou.

O caso do veterinário Rodolfo Cabriny Costa e Silva, afogado na última segunda, 3, gerou comoção nas redes sociais e abalou amigos e familiares.

O que era para ser um momento de diversão entre amigos e namorada terminou em tragédia.

publicidade

Rodolfo estava em um tablado no Lago Corumbá, em Caldas Novas, quando caiu na água por volta das 20h e desapareceu.

LEIA MAIS: Corpo de veterinário de Trindade é encontrado a 35 metros de profundidade em lago de Caldas Novas

A angústia da incerteza tomou conta de amigos e parentes, pareceu infinita ao longo das 20 horas da busca liderada pelo Corpo de Bombeiros.

Às 16h20, o pior foi confirmado: Rodolfo foi encontrado afogado a 35 metros de profundidade do lago, em região repleta de galhadas e águas turvas.

O vice-prefeito de Trindade e primo do falecido, Gleysson Cabrini, prestou homenagem ao jovem em seu perfil no Facebook.

Ele descreveu a fatalidade como inacreditável, revelando a faceta imprevisível da vida.

“A palavra INACREDITÁVEL… é a quem vem em mente [sic]. Pois era um jovem de 34 anos, que se entregava muito, se doava muito ao seu trabalho, a sua missão”, disse.

Oito mergulhadores revezam nas buscas | Foto: Corpo de Bombeiros
Oito mergulhadores revezam nas buscas | Foto: Corpo de Bombeiros

O veterinário era o filho do meio de Antônio e Marilene, tios do vice-prefeito Gleyson. Foi lembrado como alguém determinado e querido pelos seus próximos.

Na homenagem, o vice-prefeito destacou que ele viveu a vida de maneira intensa, ainda que breve.

Missa

A missa com o corpo presente foi marcada para as 15h30 desta quarta, 5, na Igreja Padre Pelágio, em Trindade.

O sepultamento ficou para as 17h, em cemitério local.

Leia a homenagem do vice-prefeito de Trindade Gleysson Cabriny na íntegra: 

“COM MUITA TRISTEZA, COMUNICO O FALECIMENTO DO MEU PRIMO:
RODOLFO CABRINI DA COSTA E SILVA.

Ontem, por volta das 20h30, tivemos a triste notícia do afogamento e desaparecimento do corpo do Rodolfo.

Era para ser um passeio entre amigos, alegria e diversão… mas o destino nos surpreende e a tragédia foi anunciada.

A palavra INACREDITÁVEL… é a quem vem em mente.

Pois, era um jovem de 34 anos, que se entregava muito, se doava muito ao seu trabalho, a sua missão! Era apaixonado por esportes.

Fazia com maestria e tinha o foco em fazer bem feito tudo que entregava. O sentimento mais nobre de todos, O AMOR, foi o que deixou de legado para todos nós.

Filho dos meus tios Antônio e Marilene, era o irmão do meio dividindo com Rulfo e Janaína uma família linda.

Foram 20 horas de uma angústia sem fim. Agora as 16h20 o corpo do RODOLFO foi encontrado.

Aos anjos da terra chamados de BOMBEIROS MILITAR a nossa eterna gratidão.

Pois o cenário das buscas era muito difícil… a uma profundidade de 35 metros, esses guerreiros arriscaram suas próprias vidas. Muito obrigado a todos esses profissionais.

Peço a Deus oração a toda família e familiares. A sua mãe Tia Marilene, seu pai Tio Antônio. Seus irmãos Rulfo Cabrini e Janaina

Rodolfo Cabrini a nossa GRATIDÃO a Deus pelos 34 anos que você esteve com a gente. Descanse em paz!
Cumpriu sua missão da maneira mais intensa possível. Você sempre será lembrado como um VENCEDOR!”

Acompanhe o Folha Z no FacebookInstagram e Twitter