Dono de posto é preso por roubar 45 mil litros de combustíveis na capital

Dupla é presa suspeita de roubo de combustíveis em Goiânia| Foto: Reprodução
Dupla é presa suspeita de roubo de combustíveis em Goiânia| Foto: Reprodução

Um dono e um gerente de posto de combustíveis foram presos na manhã desta terça-feira, 3, pela Delegacia Estadual de Repressão a Furto e Roubo de Cargas (Decar), em Goiânia.

Segundo as investigações, Nylander de Souza Gonçalves e Gustavo Borges trabalham no Ecoposto, na Avenida Consolação, e foram presos durante a Operação Bomba 157.

LEIA MAIS: Edital de OSs das escolas goianas é suspenso pela Justiça

publicidade

De acordo com a Polícia Civil (PC), eles são responsáveis, juntamente com mais dois indivíduos, pelo roubo armado de um carregamento de 45 mil litros de combustíveis diversos e pelo descarregamento do líquido no estabelecimento em que prestam serviços, com a bandeira Ipiranga.

Conforme a PC, à época do roubo, os homens conseguiram fugir da Polícia Militar (PM) e dos fiscais. Eles serão apresentados nesta tarde na sede da Decar.

Sindiposto

Em nota, o Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo no Estado de Goiás (Sindiposto) apoia todas as investigações da Polícia Civil sobre roubo de combustíveis. A associção informou que por meio de seu advogado, Antônio Carlos de Lima, acompanhará o desdobramento desse e de outros casos.

O Sindiposto esclareceu que repudia todas essas práticas que lesam os revendedores de combustível, afetam todo o mercado goiano e penalizam, principalmente, o consumidor.

Acompanhe o Folha Z no Facebook, Instagram e Twitter