Moradores e empresários da região do Centro Estadual de Referência e Excelência em Dependência Química (Credeq) realizarão um protesto nesta quinta-feira, 19, às 7h.

Os manifestantes são contra a proposta do governo de internar menores infratores na unidade, que atualmente abriga somente dependentes químicos.

Segundo eles, a ação pode transformar o Credeq em uma espécie de “novo presídio”.

A manifestação acontecerá na sede da unidade, que fica na Avenida Tanner de Melo, na Fazenda Santo Antônio, em Aparecida de Goiânia.

Flyer protesto Credeq
Flyer da manifestação | Foto: Divulgação

Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social

A titular da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social, a ex-senadora Lúcia Vânia, disse que pretende se reunir com empresários dos polos industriais, comerciantes e moradores da região para esclarecimentos.

Na reunião, estará em pauta a polêmica da retirada do Credeq para Goianésia e a troca para o Centro de Internação de Menores Infratores.

Lúcia Vânia Governo de Goiás
A secretária de Desenvolvimento Social do Estado, Lúcia Vânia, se reunirá com empresários em Aparecida | Foto: Reprodução

Estarão presentes, além da secretária, o presidente da Acirlag Maione Padeiro e o prefeito Gustavo Mendanha, que já se posicionaram contra a troca.

Padeiro também defende a retirada urgente do semi-aberto da região industrial o mais rápido.

A expectativa do presidente é que o Complexo Empresarial Metropolitano (CEM) possa receber novas empresas, entre elas o Guaraná Mineiro.

A região tem a maior concentração logística de empresas do município.

Prefeitura emendará feriados de natal e ano novo em Aparecida


Acompanhe tudo que acontece em Aparecida de Goiânia seguindo a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook