Aulas presenciais em Goiás foram suspensas em março | Foto: Divulgação
Aulas presenciais em Goiás foram suspensas em março | Foto: Divulgação

Representantes de instituições de ensino particulares e auxiliares da Educação estadual acreditam na possibilidade de retorno das aulas presenciais em Goiás a partir de setembro.

Até mesmo o governador Ronaldo Caiado (DEM) adotou um tom mais favorável à ideia durante evento na manhã desta 4ª feira (5).

Após passar meses defendendo o retorno das crianças e adolescentes às escolas somente depois da liberação de uma vacina eficaz contra o novo coronavírus, o governador já admite a possibilidade de uma retomada mais precoce.

“Deve ser discutido novamente em agosto. Mas não cabe apenas ao governo. O conselho está fazendo uma avaliação e a possibilidade será analisada”, afirmou Caiado.

De acordo com ele, “o quadro epidemiológico” do Estado a partir das próximas semanas vai determinar as novas medidas tomadas.

Governador Ronaldo Caiado e secretária de Educação Fátima Gavioli | Foto: Folha Z
Governador Ronaldo Caiado e secretária de Educação Fátima Gavioli | Foto: Folha Z

COE

Já está prevista uma reunião do Comitê de Operações de Emergência (COE) para deliberar sobre a recomendação ou não da retomada das atividades presenciais nas escolas públicas e privadas de Goiás, suspensas há 4 meses.

LEIA MAIS 👉 Começa 2º semestre letivo na Educação de Aparecida


Acompanhe a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook