Santinhos entopem bueiros no dia da votação em Goiânia

Santinhos inundam locais de votação (Foto: João Araújo)
Santinhos inundam locais de votação (Foto: João Araújo)

De acordo com a Companhia de Urbanização de Goiânia (Comurg), foram recolhidas 60 toneladas de lixo eleitoral até ao meio dia desta segunda-feira (3). O trabalho começou às 7h nas proximidades dos locais de votação e a previsão é de concluir o trabalho até o final do dia.

Segundo levantamento da Companhia, foi constatada uma redução de 50% em comparação com o primeiro turno das eleições de 2014. Há dois anos, a Comurg recolheu 119 toneladas de lixo proveniente de campanha eleitoral.

Mas, ainda que reduzido, o volume de lixo eleitoral acumulado nas ruas, avenidas e calçadas da cidade contribui para o entupimento das bocas de lobo, além de causar acidentes e poluição.

LEIA MAIS: Tapete vermelho para Kajuru na Câmara

Legislação

Para o presidente da Comurg, Edilberto Dias, a redução de lixo foi motivada pela mudança na legislação eleitoral. “Neste pleito, a nova legislação determinou um gasto menor durante a campanha. Isso ajudou para que a cidade ficasse um pouco mais limpa. Além disso, a divulgação das penalidades também contribuiu para que isso acontecesse. A Justiça Eleitoral determina que é crime jogar santinhos na rua no dia da eleição”, disse.

LEIA MAIS: Quem jogar lixo na rua em Goiânia será multado segundo projeto aprovado

A lei determina que quem despejar santinhos em dia de eleição receberá pena que varia de seis meses a um ano de prisão e a multa de R$ 5.320,50 a R$ 15.961,50. (Redação com Secretaria de Comunicação)

Acompanhe o Folha Z no Facebook, Instagram e Twitter

Comentários do Facebook