O Sebrae-GO vai destinar 50% da sua arrecadação (no mínimo), para ampliar o crédito aos pequenos negócios em Goiás, nos próximos 3 meses.

Os recursos vão fortalecer o Fundo de Aval para as Micro e Pequenas Empresas (Fampe).

O objetivo é permitir um aumento nas operações de microcrédito com taxas mais baixas, maior prazo e melhor período de carência.

Segundo o Sebrae, o Fampe viabilizará a garantia necessária às micro e pequenas empresas, atendendo às exigências das instituições financeiras para conceder operações de crédito.

O fundo de aval disponibilizado pelo órgão pode alavancar empréstimos no valor de 8 a 12 vezes o seu patrimônio.

Como vai funcionar

Ainda conforme o Sebrae, o regulamento do Fampe está sendo customizado ao momento atual, de modo a assegurar aos donos de pequenos negócios as condições adequadas de prazo de pagamento, taxas de juros e período de carência.

Além de entrar com verba para alavancar o volume de operações de microcrédito, o Fampe fará o Sebrae acompanhar os donos de pequenos negócios que forem às instituições financeiras tomar empréstimos.

Mais informações podem ser obtidas nas sedes do Sebrae em Aparecida de Goiânia e na capital:

  • Sebrae Aparecida

  • Sebrae Goiânia

Fampe

A operação de socorro deve começar com R$ 1 bilhão em garantias, o que permitirá a concessão de aproximadamente R$ 12 bilhões em crédito para pequenos negócios.

A ação foi anunciada no último dia 31 de março deste ano, na Medida Provisória (MP) 932, publicada pelo Governo Federal.

O Fampe conta com aproximadamente R$ 470 milhões em recursos disponíveis e, a partir da MP contará com mais R$ 500 milhões para benefício direito aos pequenos negócios.

Auxílio emergencial para informais, MEIs e Bolsa Família começa nesta 5ª


Acompanhe a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook