Segurança agride grávida em UPA de Luziânia. Ela teme perder o filho

Mulher é agredida em UPA de Luziânia | Foto: Reprodução
Mulher é agredida em UPA de Luziânia | Foto: Reprodução

De acordo com o blog “Luziânia na Ativa”, uma mulher grávida foi agredida por um segurança de Unidade de Pronto Atendimento (UPA) em Luziânia na noite do último domingo, 19. Ana Paula Ferreira Neves gravou com seu celular o momento da agressão.

Segundo o relato da mulher, ela acompanhava o marido em uma consulta e, não encontrando local reservado, sentou-se em na cadeira do vigia da unidade. O segurança Oseias Nascimento, então, pediu para que ela se retirasse e, não sendo atendido, ficou exaltado.

Ele teria dito a Ana Paula que a retiraria à força do assento. Assustada, ela começou a filma a cena com seu celular, o que irritou ainda mais o segurança. “Eu vou quebrar seu telefone”, disse, e na sequência desferiu um tapa em direção à mulher.

LEIA MAIS: Kart arranca couro cabeludo de menina em Anápolis

Sagramento

Na segunda-feira, 20, Ana Paula registrou queixa na Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (CIOPS) de Luziânia e passou por exame de corpo de delito para comprovar a agressão. O médico legista que atendeu inclusive teria recomendado que ela fosse ao médico que companha sua gravidez para examiná-la, já que ela apresenta sangramento.

Ainda de acordo com o blog “Luziânia na Ativa”, o segurança tem nova passagens por agressão física. Ele foi liberado após prestar depoimento e deverá comparecer a audiência no fórum da cidade.

Acompanhe o Folha Z no Facebook, Instagram e Twitter

Comentários do Facebook