Saiba por que a chave do carro deve ficar sempre ao lado da sua cama

Poucos conhecem esse simples (e eficiente) sistema de segurança

Chave do carro pode salvar a vida em casos de perigo | Foto: Reprodução
Chave do carro pode salvar a vida em casos de perigo | Foto: Reprodução

Você (e boa parte dos brasileiros) possui um sistema de segurança adicional em casa e talvez nem saiba.

A dica é do Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos (Garra), unidade especializada do Departamento de Investigações Criminais (Deic) da Polícia Civil de São Paulo.

De acordo com o Garra, a ideia é que você mantenha sempre a chave do seu carro ao lado da cama e conte para o máximo de pessoas possível sobre seu novo dispositivo de segurança.

Comunique família, vizinhos e conhecidos para que muitas pessoas saibam que, quando você se sentir ameaçado ou estiver em perigo, ativará o alarme do carro.

Assim, sempre que ouvir barulhos ou movimentação suspeita, é só ativar o alarme contínuo do seu carro.

Teste o controle do carro anteriormente, para conhecer como ele funciona e para saber a distância máxima de acionamento | Foto: Reprodução
Teste o controle do carro antes para saber distância máxima de acionamento | Foto: Reprodução

Passo-a-passo da chave de ‘segurança’

Quando apertar o botão de fechar por alguns segundos, o alarme vai disparar de forma contínua.

A ação pode até mesmo fazer com que o possível invasor fuja do escândalo.

Além disso, as pessoas que você avisou anteriormente saberão que algo errado está acontecendo.

Teste seu controle anteriormente, para conhecer como ele funciona e para saber a distância máxima de acionamento.

O ideal é que você consiga ativar o alarme direto do seu quarto.

Sabendo disso, na próxima vez que você chegar à sua casa e for guardar o chaveiro do carro, lembre-se: você tem nas mãos um sistema de segurança que já está à sua disposição que nem precisa de instalação.

HB20: falha pode causar prejuízo de R$ 6 mil em simples furto de estepe


Acompanhe tudo que acontece em Goiânia seguindo o Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook

Comentários do Facebook