Um servidor da Prefeitura de Aparecida foi a 2ª morte por covid-19 registrada no município.

Germano Neto tinha 51 anos e trabalhava na Secretaria de Desenvolvimento Urbano (SDU) desde 2014.

Ele também trabalhava com vigia em um colégio estadual no setor Madre Germana, onde morava, cobrindo para um colega de trabalho, que é do grupo de risco e está afastado temporariamente.

Germano foi internado na última 3ª feira (21), no Hospital de Campanha (HCamp), na capital.

Ele apresentava dificuldades respiratórias e outros sintomas de gripe.

Dois dias depois, na 5ª (23), ele não resistiu ao tratamento e morreu.

No entanto, o resultado com o diagnóstico positivo para coronavírus ficou pronto apenas na tarde de 6ª feira (24), quando ele entrou para as estatísticas da cidade.

SDU

Germano Neto tinha 51 anos e trabalhava na Secretaria de Desenvolvimento Urbano (SDU) da Prefeitura de Aparecida de Goiânia | Foto: Reprodução
Germano Neto tinha 51 anos e trabalhava na Secretaria de Desenvolvimento Urbano (SDU) da Prefeitura de Aparecida de Goiânia | Foto: Reprodução

De acordo com a prefeitura, o vigia trabalhou na sede da SDU até a última 2ª feira (20), quando começou a sentir os sintomas graves da covid-19.

Ele tinha diabetes, mas, segundo nota da administração, não havia comunicado aos seus superiores sobre a comorbidade.

Agora, a Secretaria de Saúde de Aparecida informou que “todos os contatos do servidor em seu ambiente de trabalho já foram afastados e passaram a ser monitorados por equipe da pasta, bem como os seus contatos intradomiciliares”.

Redes sociais

Prefeito de Aparecida, Gustavo Mendanha foi ao Twitter lamentar a morte do vigia e oferecer condolências à família.

“Germano estava trabalhando na linha de frente em um dos serviços essenciais à população e à cidade e é a 2ª vítima da covid-19 em Aparecida. Que Deus, em sua infinita misericórdia, conforte o coração da família dele e de todas as vítimas desta doença”, escreveu.

Veja mapa atualizado dos casos de covid-19 em Aparecida


Acompanhe tudo que acontece em Aparecida de Goiânia seguindo a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook