'Sniper' é preso após matar ex-namorado com tiro de precisão em Goiânia

Crime foi cometido na Cidade Jardim e chamou a atenção da Polícia Civil devido à precisão do homem no manuseio de armas de fogo

Uma câmera de segurança flagrou momento em que o autor disparou contra a vítima em Goiânia | Foto: Reprodução
Uma câmera de segurança flagrou momento em que o autor disparou contra a vítima em Goiânia | Foto: Reprodução

Depois de matar o ex-companheiro em Goiânia e fugir do Estado, um cabeleireiro de 56 anos, apelidado de “Sniper” pela polícia, foi preso na manhã desta quinta-feira, 13.

A prisão ocorreu em Colinas do Tocantins, a 280 km de Palmas (TO).

Já o apelido de “Sniper” vem da precisão do homem no manuseio de armas de fogo.

Crime e fuga

Segundo as investigações, o suspeito executou a vítima com um tiro de precisão, usando um revólver de calibre 38.

O crime foi cometido em 7 de setembro deste ano, no Setor Cidade Livre, em Goiânia.

Como motivação, os investigadores trabalham com a hipótese de inconformismo com o fim de um relacionamento.

Uma câmera de segurança captou o momento em que a vítima é atingida por um disparo a uma distância de 15 metros.

Nas imagens, ainda é possível ver o momento em que o autor vai até o corpo caído e efetua outro disparo no rapaz.

Veja no vídeo:

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por Folha Z (@folhaz) em

Execução

De acordo com a polícia, o suspeito é cabeleireiro.

Ele confessou o crime, mas negou que a motivação seria por relacionamento amoroso.

Logo após o crime, ele fugiu para a casa de parentes em Aracati (CE).

A cidade fica a 160 km da capital Fortaleza.

No último mês, porém, ele havia se mudado para a casa de um primo na cidade de Colinas do Tocantins, onde foi preso pela polícia local.

O suspeito já foi recambiado para Goiânia.

A prisão foi possível graças à troca de informações entre a Polícia Civil de Tocantins e Ceará e a Delegacia de Homicídios de Goiás.

LEIA MAIS: Após garrafada no pescoço, homem quase é degolado em Aparecida


Acompanhe o Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook