STF rejeita incluir nota sobre racismo em Monteiro Lobato

Em um trecho do livro, Emília diz: "É guerra e das boas. Não vai escapar ninguém - nem Tia Anastácia, que tem carne preta"
Em um trecho do livro, Emília diz: “É guerra e das boas. Não vai escapar ninguém – nem Tia Anastácia, que tem carne preta”

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luiz Fux rejeitou um mandado de segurança que pedia a inclusão de notas sobre racismo no livro “Caçadas de Pedrinho”, de Monteiro Lobato.

Segundo o Instituto de Advocacia Racial, o livro tem “estereótipos fortemente carregados de elementos racistas” e, para a instituição, devem ser adicionadas observações “que discutam a presença de estereótipos raciais na literatura”.

O livro faz parte do Programa Nacional Biblioteca na Escola (PNBE), do Ministério da Educação e foi distribuído em escolas de todo o país. Em um trecho da obra, Emília diz: “É guerra e das boas. Não vai escapar ninguém – nem Tia Anastácia, que tem carne preta”.

Os argumentos para a decisão contrária do ministro não foram divulgado, mas ainda cabe recurso no plenário do tribunal.

Comentários do Facebook