Suspeito de furto é arrastado no asfalto e açoitado por populares

Um homem foi preso depois de ser arrastado no asfalto e espancado por manauenses na Zona Leste da capital do Amazonas na tarde da última quinta-feira (30). A suspeita é de que ela tenha furtado a moto de uma mulher, que reconheceu o veículo no momento em que o homem passava pela rua.

De acordo com a industriária Geliane Azevedo, ladrões entraram na sua casa na quarta-feira, 29, e levaram uma televisão e a moto. “Cheguei e vi a porta arrombada. Ele levou a minha moto e uma televisão da minha casa”, disse ao G1.

LEIA MAIS: Polícia Civil prende quadrilha que roubava em ônibus e terminais de Goiânia

Ele foi arrastado após ter os pés amarrados com um fio elétrico | Foto: Reprodução/WhatsApp
Ele foi arrastado após ter os pés amarrados com um fio elétrico | Foto: Reprodução/WhatsApp

O boletim de ocorrência foi registrado na Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd). Porém, Geliane relatou que andava pela Avenida Grande Circular quando viu um homem trafegando na moto que fora furtada.

“Reconheci minha moto e perseguimos ele. Um primo do meu marido estava próximo e veio conosco. Encostamos a nossa moto na moto em que ele estava, ele caiu e tentou correr. Gritamos ‘pega ladrão’, as pessoas correram e seguraram ele”, contou.

Espancamento

Depois disso, o homem foi agredido e amarrado pelo pé a um fio elétrico, além de ter sido açoitado com o mesmo fio. Por fim, ele foi arrastado por uma motocicleta por um quarteirão. “As pessoas queriam matá-lo. Gritei para não matarem, pois ele precisava depor para encontrar os outros suspeitos com a minha televisão”, disse a industriária.

Suspeito foi encaminhado ao hospital | Foto: Reprodução/WhatsApp
Suspeito foi encaminhado ao hospital | Foto: Reprodução/WhatsApp

A polícia informou que o suspeito já havia sido abandonado no momento da chegada dos agentes. Ele foi levado para o hospital e, posteriormente, para o 9° Distrito Integrado de Polícia (DIP) para os procedimentos cabíveis.

Acompanhe o Folha Z no Facebook, Instagram e Twitter

Comentários do Facebook