Em Uruana, homem é suspeito de decapitar assassino do seu tio

De acordo com a Polícia Civil, ele assassinou, decapitou e carbonizou um homem que teria roubado e matado seu tio dias antes

Homem está detido na Unidade Prisional de Uruana, à disposição do poder Judiciário | Foto: Divulgação / PC
Homem está detido na Unidade Prisional de Uruana, à disposição do poder Judiciário | Foto: Divulgação / PC

Um homem foi preso na quinta-feira, 23, suspeito de homicídio qualificado em Uruana, a 150 km de Goiânia.

De acordo com a Polícia Civil, o suspeito assassinou, decapitou e carbonizou um homem que teria matado seu tio dias antes durante um latrocínio.

Foram agentes comandados pelo delegado Matheus Costa Melo que deram cumprimento ao mandado de prisão temporária.

Crime em Uruana

Segundo informações da PC, tudo começou com um latrocínio cometido em Uruana no dia 4 de agosto.

Unifan Bolsas de até 70% – 300×250

Acredita-se que o autor queria roubar uma arma de fogo pertencente à vitima e, para isso, cometeu o homicídio.

As investigações desse latrocínio já estavam adiantadas quando, no dia 6 de agosto, o sobrinho da vítima compareceu à delegacia.

De acordo com a polícia, ele  estava alterado e afirmou saber quem seriam os autores do crime. Além disso, disse que “não deixaria isso ficar assim”.

Durante a conversa, ele mencionou aos policiais ter certeza da participação de Osmauro Faria de Paula Júnior, conhecido como “Mr. Bean”, no crime que vitimou seu tio.

No dia seguinte, o corpo Osmauro foi encontrado por policiais civis decapitado e parcialmente carbonizado às margens da Rodovia GO-254, Zona Rural de Uruana.

O exame preliminar do cadáver mostrava sinais de crueldade e raiva durante a consumação do delito.

No mesmo dia, investigadores da Polícia Civil tentaram localizar o homem que havia acusado Osmauro, mas ele já havia fugido da cidade.

Prisão

Foi apenas na manhã da última quinta feira, 23, que o suspeito foi localizado.

Durante o interrogatório, ele negou a prática do crime. Porém, a polícia identificou contradições entre os relatos e as investigações já realizadas.

Dessa maneira, o suspeito foi detido na Unidade Prisional de Uruana, à disposição do poder Judiciário.

Já a Polícia Civil segue em busca de possíveis coautores, tanto do homicídio quanto do latrocínio.

LEIA MAIS: Após ameaçar grávida, jovem é preso em Piracanjuba


Quer receber notícias em tempo real?

Mande uma mensagem para o Whatsapp do Folha Z e se cadastre para ter as matérias especiais do Folha Z direto do seu celular!

É só adicionar o telefone do jornal à sua agenda e mandar o seu nome e a seguinte mensagem: “quero notícias em tempo real”.