Suspeitos de participar da morte de delegado estão presos

Delegado morreu com tiro na nuca
Delegado morreu com tiro na nuca

Dois jovens, um de 18 e outro de 19 anos, foram presos e um menor, de 17 anos, apreendido suspeitos de participar da morte do delegado aposentado Célio Cassimiro Tristão, de 73 anos.

A vítima morreu na tarde desta terça-feira (29), no Hospital de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol), após ser baleado na nuca durante um assalto no Residencial Guarema, em Goiânia.

O delegado Kléber Toledo, titular da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (Deic) e responsável pelo caso, afirmou que o criminoso pediu o celular e o carro da vítima, mas não sabe se houve uma reação antes do tiro.

A polícia ainda não informou os nomes dos suspeitos e a participação de cada um no crime.

Comentários do Facebook