T81 chega a Goiânia para concorrer com o Uber

t81-mobileGoiânia ganha, a partir do dia 30 de julho, uma nova plataforma gratuita para proporcionar aos cidadãos uma maneira mais ampla e democrática de deslocamento: o aplicativo T81. A plataforma realizará transporte privado de passageiros, por meio de automóveis particulares, mototáxis e táxis. A operação será iniciada em versão beta do aplicativo. Dentro de dois meses, o T81 ganhará a sua versão final.

O aplicativo surgiu para concorrer com a plataforma Uber na capital pernambucana, em março deste ano. Um diferencial do T81 é o serviço serviço de entrega de encomendas via moto-delivery. Ao contrário do Uber, de acordo com o novo aplicativo, os valores das corridas da T81 são fixos, sem tarifas dinâmicas conforme a demanda e possibilidade de pagamento tanto com cartão de crédito quanto em dinheiro, deixando a opção à escolha do cliente.

Água, bala e touca higiênica para os passageiros

A plataforma possui interface limpa e intuitiva e está disponível para dispositivos Android e iOS. Para usar o aplicativo é necessário que o usuário ative o GPS do smartphone. A escolha do veículo usado para se deslocar fica a critério do próprio usuário.

A T81 disponibiliza carros convencionais e executivos, todos com quatro portas, ar-condicionado e com até oito anos de uso. Água e balas são servidas aos clientes. A mesma regra vale para os táxis cadastrados no aplicativo. Já para quem preferir se deslocar com moto, todos os mototáxis oferecem toucas higiênicas e capacetes para proporcionar uma viagem segura e dentro das leis de trânsito vigentes. No serviço de moto-delivery, o cliente ainda tem a opção de acompanhar todo o trajeto do produto pelo próprio aplicativo.

LEIA MAIS: Uber aceitará pagamento em dinheiro em Goiânia

Os motoristas particulares, taxistas e mototaxistas parceiros passam por uma rigorosa análise de perfil para cumprir critérios estabelecidos pela empresa. É necessário ser maior de 18 anos para se cadastrar como parceiro, possuir CNH válida para carro (categoria B) e moto (categoria A), apresentar certidão isenta de antecedentes criminais e ser aprovado em testes e cursos internos da empresa.

A T81 também exige que os motoristas estejam em dia com o seguro DPVAT e devidamente licenciado. A cada 90 dias a T81 realiza vistorias presencias, seguindo critérios objetivos de conforto e segurança aos passageiros. A empresa também conta com um serviço de atendimento ao cliente em todas as cidades onde atua. Por e-mail, telefone ou redes sociais, os passageiros T81 contam com suporte sete dias por semana.

Preço da viagem até 60% mais barato

As tarifas cobradas pela T81 são outro diferencial do aplicativo, com valores até 60% mais baratos que o táxi. As corridas realizadas por motos (mototáxi e moto-delivery) começam com o valor mínimo de R$ 1,90 e o preço do quilômetro rodado é de R$ 0,92 + R$ 0,15 por minuto.

Os deslocamentos por carro variam de acordo com o modelo do veículo. A bandeirada das viagens com carros convencionais é de R$ 2, com acréscimo de R$ 1,60 por quilômetro rodado + R$ 0,17 por minuto. A mesma regra vale para os táxis, que terão bandeirada única, independente da categoria. Já a bandeirada dos carros executivos é de R$ 3, com aumento de R$ 1,99 por quilômetro rodado + R$ 0,25 a cada minuto. O valor das tarifas não varia de acordo com a demanda pelo serviço. O valor repassado à T81 por cada viagem é de R$ 2 no caso de carros convencionais e táxis, R$ 3 nos veículos executivos e R$ 1 para motos.

Promoção

Para celebrar a chegada do aplicativo em Goiânia, amanhã, 30/07, serão disponibilizadas 5 mil viagens gratuitas para que os goianienses possam usufruir e experimentar o serviço.

Em apenas cinco meses, a T81 já avança pelo país e pretende chegar a todos os estados brasileiros até o final deste ano. Em junho, além do Rio e São Paulo, as cidades de Joinville e Fortaleza também receberam o aplicativo.

Comentários do Facebook