Ferramenta será criada para contestar auxílio negado | Foto: Rperodução
Ferramenta será criada para contestar auxílio negado | Foto: Rperodução

O Governo Federal anunciou a criação de uma ferramenta para os cidadãos contestarem o resultado negado do auxílio emergencial de R$ 600.

O anúncio foi feito pelo ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, em entrevista na 2ª feira (1º).

A nova ferramenta, apelidada de ‘esteira da contestação’, consistirá em uma central de atendimento por telefone, no número 121.

Contudo, o ministro não entrou em mais detalhes sobre a novidade, que deverá ser lançada até o final desta semana.

Auxílio negado

De acordo com a Caixa, se a resposta ao pedido do benefício for por “dados inconclusivos”, será permitido realizar nova solicitação.

Para fazer a contestação, no site auxilio.caixa.gov.br, o interessado vai clicar em “Acompanhe sua solicitação”; informar o CPF; marcar a opção “não sou um robô” e clicar em continuar.

É preciso informar ainda o código enviado por SMS para o celular do beneficiário.

Após esse passo, vai aparecer a mensagem “Auxílio Emergencial não aprovado”, sendo informado também o motivo da não aprovação.

Logo abaixo, são disponibilizados 2 links.

No 1º , é possível “Realizar nova solicitação”, no caso de ter informado algum dado errado.

No 2º, o cidadão deve “Contestar essa informação”, caso julgue que informou os dados corretamente, mas não concorda com o motivo da não aprovação.

Beneficiário poderá ter que devolver auxílio emergencial em 2021


Acompanhe a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook