Tiroteio na UFG termina com morte de estudante

Campus Samambaia, da UFG. Festa terminou de forma trágica | Foto: divulgação
Campus Samambaia, da UFG. Festa terminou de forma trágica | Foto: divulgação

O estudante do curso de Ciências Ambientais, Ariel Benrur Costa Vaz, morreu após ser baleado durante um tiroteio dentro do Campus Samambaia, da Universidade Federal de Goiás (UFG). Ele participa da festa “Calourada Integrada” que ocorria no gramado entre o Centro de Convivência da UFG e a Faculdade de Artes Visuais (FAV), no Setor Itatiaia, em Goiânia.

O tiroteio, segundo testemunhas, ocorreu por volta das 23h30 na noite desta sexta-feira, 15. Ariel chegou a ser socorrido pelo Corpo de Bombeiros, mas morreu a caminho do hospital.

Um outro jovem também foi baleado e encaminhado ao Hospital Governador Otávio Lage (Hugol). Segundo informações preliminares, a vítima não corre risco de morte. A Polícia Civil encontrou na cena do crime capsulas de munição ponto 40 e afirmou que há duas versões para a motivação do crime.

Motivação

A primeira linha de investigação aponta que haveria uma quadrilha furtando celulares na festa. Uma das vítimas viu a ação de um dos criminosos e reagiu. O comparsa teria feito vários disparos. A segunda linha de investigação recaí sobre uma possível motivação passional. Uma confusão entre dois rapazes iniciou porque um deles teria assediado uma jovem e ela não teria gostado.

 

Acompanhe o Folha Z no FacebookInstagram e Twitter

 

 

Comentários do Facebook