Trio refém do improviso – JOGO LIMPO com Rodrigo Czepak

Jogo Limpo com Rodrigo Czepak

Presidente da República, governador de Goiás e prefeito de Goiânia (Foto: Montagem)
Presidente da República, governador de Goiás e prefeito de Goiânia (Foto: Montagem)

Trio refém do improviso

O gestor público em potencial adora a expectativa, o ativo do lançamento de uma obra e tem verdadeira ojeriza da cobrança, do passivo que o benefício desencadeia. Essa é a realidade que atormenta a presidente Dilma Rousseff, o governador Marconi Perillo e o prefeito de Goiânia Paulo Garcia. Os três tentam de todas as formas utilizar o manto para proteger uma obra e, ao mesmo tempo, deixam descobertos outros canteiros espalhados por Goiânia e também por municípios do interior.

Pendências sem fim

Que bom seria se a presidente Dilma pudesse voltar a Goiás para anunciar novos benefícios, como a criação das Universidades do Sudeste (Catalão) e do Sudoeste (Jataí), sem receber pesadas críticas sobre o injustificável atraso em obras como o Aeroporto de Goiânia e a Ferrovia Norte-Sul. O mesmo acontece em relação a Marconi Perillo e Paulo Garcia, ambos com dezenas de obras paralisadas e sem a menor perspectiva de recursos a curto prazo.

Nuvem de problemas

Presidente, governador e prefeito não disfarçam o incômodo nas coletivas de imprensa. Dilma, Marconi e Paulo são reféns hoje da cortina de fumaça necessária para a reeleição, um verdadeiro câncer na transparência pública.

Mineirinho

Os últimos dias foram de intenso tiroteio nos bastidores da base aliada do governador Marconi Perillo envolvendo os pré-candidatos Jayme Rincón (PSDB) e Luiz Bittencourt (PTB). Desgastado pela Operação Compadrio, o chefão da Agetop tem torcido o nariz para as entrevistas e a desenvoltura do ex-deputado federal no contato com auxiliares governistas. Quem está gostando da fase “ciúme de homem” nos arredores do Palácio das Esmeraldas é o deputado federal Giuseppe Vecci, pré-candidato que corre por fora na disputa.

Waldir Soares tem o recorde de votos para deputado em Goiás, com 274.625 em 2014 (Foto: Carlito Fernandes)
Waldir Soares tem o recorde de votos para deputado
em Goiás, com 274.625 em 2014 (Foto: Carlito Fernandes)

Fora de controle

Pergunta básica aos partidos que estão de olho no passe do delegado Waldir, hoje incendiário no PSDB: se o deputado federal, eleito com quase 300 mil votos, atira contra tudo e contra todos no terreno do centralizador Marconi Perillo, algum outro líder partidário será capaz de controlar a sua língua? À cada entrevista, o delegado Waldir confirma que promover estardalhaço na política é fácil, difícil mesmo é agregar valor e credibilidade para se diferenciar da imensa maioria.

Horário nobre

Entre “Os 10 Mandamentos” do evangélico Eduardo Cunha, sucesso de audiência, existem três pontos que se destacam na interpretação do presidente da Câmara dos Deputados. “A Regra do Jogo” é abusar do comportamento dissimulado quando o assunto é desvio de dinheiro público, “Totalmente Demais” em fantasia e cara-de-pau nas justificativas. Um político “Além do Tempo” na arte da gozação com a cara do cidadão brasileiro.

Endereço da picanha

Inauguração da Churrascaria Favo de Mel, do cantor Marrone, mobilizou dezenas de celebridades ao longo desta segunda-feira em Goiânia. O empreendimento reúne todas as condições para ocupar o espaço deixado pela Churrascaria Montana Grill, que funcionou por muitos anos na esquina das avenidas 85 com T-10.

Comentários do Facebook