Tristeza no lago de Serra da Mesa – JOGO LIMPO com Rodrigo Czepak

Jogo Limpo com Rodrigo Czepak

Mais de 80 toneladas de peixes, entre eles surubim, tucunaré e pintado de até 4 kg, foram encontrados mortos no lago de Serra da Mesa / Fotos: Folha Z
Mais de 80 toneladas de peixes, entre eles surubim, tucunaré e pintado de até 4 kg, foram encontrados mortos no lago de Serra da Mesa / Fotos: Folha Z


Tristeza no lago de Serra da Mesa

O clima é de apreensão em Porangatu, região norte do estado. Mais de 80 toneladas de peixes, entre eles surubim, tucunaré e pintado de até 4 kg, foram encontrados mortos no lago de Serra da Mesa nos últimos dias. Furnas e Agrodefesa deram início à investigação para encontrar, o mais rápido possível, a causa do dano ambiental. Enquanto isso moradores e pescadores lamentam os prejuízos econômicos e turísticos causados para Porangatu e municípios vizinhos. “A perda é incalculável”, segundo os envolvidos.

Lula, o fanfarrão

O que não falta é petista incomodado com as pesadas críticas disparadas contra o ex-presidente Lula por suas frases desconectadas da realidade política atual. A popularidade já não é mais a mesma, pelo contrário, mas Lula insiste em agir como se estivesse num eterno palanque, travando uma luta do bem contra o mal. O ex-metalúrgico, é claro, tem solução para tudo, menos para a incompetência administrativa da sucessora. Lula insiste em brincar com as palavras enquanto o país agoniza.

Edminho Pinheiro (Goiás) e João Rodrigues, o Cocá (Aparecidense) andam exagerando na troca de farpas / Fotomontagem: divulgação
Edminho Pinheiro (Goiás) e João Rodrigues, o Cocá (Aparecidense) andam exagerando na troca de farpas / Fotomontagem: divulgação

Temperatura máxima

Ex-aliados, do tipo unha e carne, os empresários Edminho Pinheiro (Goiás) e João Rodrigues, o Cocá (Aparecidense) andam exagerando na troca de farpas. Tudo por conta da opinião de cada um sobre a qualidade técnica dos seus clubes. Cocá desdenhou do Goiás e recebeu o troco de Edminho. O entrevero descambou para críticas relacionadas à ingratidão da Aparecidense, time que ganhou projeção como filial do Goiás. Esmeraldino doente, o prefeito de Aparecida Maguito Vilela promete colocar panos quentes na polêmica.

O fardo da fama

Alvo de mais uma homenagem hoje na sede da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), o atacante Wendell Lira, do Vila Nova, já nem disfarça mais seu incômodo com o assédio diário. O vencedor do Prêmio Puskás de gol mais bonito do planeta em 2015 chegou ao limite. E o pior é que Wendell Lira está proibido de dizer não a qualquer pessoa que o aborde, comum ou famosa, justamente pela fama de jovem humilde e predestinado. O sorriso no rosto já não disfarça o cansaço emocional.

dfdfgfd
dfdfgfd

Moeda de um lado só

Vencida nos pênaltis pelo Flamengo contra o Corinthians, a Copa São Paulo de Futebol Junior apenas comprovou a preferência – e dependência – da Rede Globo em relação às duas maiores torcidas do país. Em nenhuma outra circunstância a emissora carioca comprometeria a sua grade de programação para transmitir a final ao vivo, das 10h às 12h20. A Globo, diga-se de passagem, já exibiu filmes em horário nobre quando os protagonistas não faziam parte do eixo Rio-SP. O próprio Goiás, mesmo representando o país, foi solenemente ignorado na final da Copa Sulamericana.

Comentários do Facebook