TSE nega pedido de registro do Partido Nacional Corinthiano

Ministro Henrique Neves (Foto: Divulgação TSE)
Ministro Henrique Neves (Foto: Divulgação TSE)

Por unanimidade, os ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) rejeitaram, na manhã dessa quinta-feira (24), o pedido de registro do Partido Nacional Corinthiano (PNC).

Segundo o TSE, os idealizadores do partido não apresentaram os documentos necessários para criar a legenda.

“O Partido Nacional Corinthiano nasce para construir uma nova forma de organização social, esportiva e democrática, inspirada no respeito à dignidade humana, liberdade e igualdade de oportunidades”, diz um comunicado divulgado pelos idealizadores.

O partido em formação se define como “um movimento de cidadãos e não de políticos profissionais” que não se encaixa em uma posição de centro, de direita ou de esquerda.

Apesar de não carregar o logo do time, a imagem do partido usa as cores preto e branco com um gavião no centro.

Comentários do Facebook