A empresa de transporte por aplicativo Uber anunciou, nessa 4ª feira (13), uma série de normas rígidas tanto para motoristas quanto para passageiros durante a pandemia.

A partir de agora, todos os envolvidos na viagem deverão utilizar a máscara de proteção facial.

Segundo a empresa, o objetivo da mudança é garantir a saúde dos motoristas e passageiros.

Outras mudanças

Além da máscara, o motorista deverá ter limpado o carro e declarar que não está com sintomas da Covid-19, antes de iniciar uma corrida.

Como forma de fiscalização, a Uber exigirá um reconhecimento facial do motorista pelo próprio aplicativo para se certificar do cumprimento da nova regra.

Se for indicado que o colaborador está sem máscara, ele não poderá iniciar uma viagem.

Já para os passageiros, eles não receberão uma solicitação para tirarem uma selfie com a máscara, por enquanto.

Serão os próprios motoristas que vão fiscalizar o uso, podendo até mesmo cancelar a corrida caso a norma seja desrespeitada.

Além disso, caso o passageiro retire sua máscara durante a viagem, o colaborador poderá avaliá-lo com nota baixa.

Contudo, os passageiros também poderão cancelar a viagem se o motorista estiver sem a máscara.

Corridas somente no banco de trás

A Uber também recomenda que não sejam feitas viagens com passageiros no banco da frente.

Portanto, poderão ser transportadas no máximo 3 pessoas, todas no banco de trás.

A medida é válida para a opção Uber X, já que o serviço ‘Uber Juntos’ está desativado desde o início da pandemia.

Todas as novidades também se aplicam para as entregas de produto pelo aplicativo Uber Eats.

Empresas com mais de 15 funcionários devem providenciar transporte


Acompanhe a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook